publicidade

Aprenda a fazer uma drenagem linfática em casa

Eficácia da massagem dependem da pressão dos dedos e movimentos feitos da forma certa

Por Letícia Gonçalves - publicado em 01/04/2013


Uma massagem que elimina o inchaço, ajuda a combater celulite e gordurinhas localizadas, desintoxica o organismo e ainda ativa o sistema imunológico. A drenagem linfática consiste em estimular o sistema linfático (uma rede complexa de vasos que movem fluidos pelo corpo) a trabalhar de forma mais acelerada. Como resultado, o organismo elimina mais rápido líquidos e toxinas.

As drenagens feitas por profissionais especializados são as mais eficientes, mas você também pode fazer uma massagem em casa que ajuda a trazer benefícios. Lembre-se de que o resultado não irá aparecer logo na primeira vez, mas sim após algumas semanas que você repetir regularmente essa massagem. Confira as orientações de especialistas sobre como realizá-la:

de 8

Prepare a pele

Prepare a pele

"O ideal é fazer uma esfoliação corporal uma vez por semana", indica a dermatologista Daniela Landim, especialista em Medicina Estética. Antes de iniciar a drenagem, massageie a pele de forma circular e suave para ativar a circulação local. A dermatologista Miriam Sabino, de São Paulo, também recomenda se deitar e colocar apoio nas pernas (pode ser um travesseiro mais alto na altura dos tornozelos e panturrilha) para melhorar o retorno venoso. Fique nessa posição durante uns 15 minutos antes de iniciar a massagem. 

Tome um banho

Tome um banho

Miriam Sabino acha melhor fazer a massagem após o banho, que ativa a circulação e relaxa o corpo, tornando o procedimento mais prazeroso e eficaz. "Além disso, a água morna promove vasodilatação e facilita a penetração dos ativos do creme que você usar", acrescenta Daniela Landim. 

Objetos

Objetos

As mãos podem ser usadas para uma massagem clássica, mas as dermatologistas contam que o bambu também é ótimo para a drenagem feita em casa. Tem gente que prefere pincel, escova especial, esponja de banho e outros objetos. "Só evite usar objetos pontiagudos e lembre-se de que a drenagem não necessita ser vigorosa, e sim com suave pressão", afirma Miriam Sabino. 

Cremes

Cremes

"O uso de óleo de massagem ou creme ajuda no sentido do deslizamento das mãos e do objeto", conta a dermatologista Miriam. Além disso, ajuda a diminuir o atrito com os pelos, principalmente no caso dos homens. A fisioterapeuta e especialista em drenagem linfática do Centro de Qualidade de Vida (CQV) Luciene Martins recomenda cremes com princípios ativos que ajudam a melhorar a circulação e combater a celulite, como cafeína, guaraná, ginko biloba, cavalinha e centelha asiática. 

Regiões do corpo

Regiões do corpo

Você pode fazer a massagem de drenagem nos membros inferiores chegando até a virilha; nos membros superiores até as axilas; na região do tronco e na face. "Todas essas áreas apresentam gânglios linfáticos que, ao serem estimulados, aceleram o processo de drenagem e perda de excesso de líquido corporal que causa inchaço e edema", justifica a dermatologista Daniela. 

Movimentos

Movimentos

Atenção nessa hora: o movimento não precisa ser forte a ponto de machucar a sua pele. "Se você possui varizes, deve evitar ainda mais massagens vigorosas e movimentos bruscos, pois pode causar inflamação nas veias e formação de trombos", alerta a dermatologista Miriam. Faça movimentos circulares com o polegar na direção dos vasos linfáticos, ou seja, sempre com movimentos ascendentes. "Com a mão em forma de conchinha, faça também movimentos lentos e de leve compressão como se estivesse bombeando a pele", sugere Luciene Martins. Repita algumas vezes esses movimentos, entre cinco a dez vezes nas regiões dos corpos que apresentam gânglios linfáticos. 

Prefira fazer à noite

Prefira fazer à noite

Segundo Daniela, a drenagem no período vespertino ou noturno é mais adequada porque libera as toxinas e retira o líquido do corpo, ambos acumulados ao longo do dia. "Você pode até associar uma música suave para promover um relaxamento mental e melhorar a qualidade do sono", indica Miriam Sabino. 

Repita mais de uma vez por semana

Repita mais de uma vez por semana

Dependendo do caso, é possível até fazer todos os dias. "Mas você pode ver um resultado interessante se fizer a massagem de duas a três vezes por semana", conta a dermatologista Miriam. A médica sugere pedir auxílio de um profissional especializado para que você tenha mais garantias de que irá acertar nos movimentos. "É a pressão e a forma de movimentar durante a massagem que trarão o benefício esperado", diz.

ver texto completo


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

siga o minha vida e melhore sua qualidade de vida

Saiba mais

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X