Peeling de cristal: microdermoabrasão trata manchas, rugas e até estrias

Tratamento estético pode ser associado ao peeling com ácidos para melhores resultados

O que é o peeling de cristal

O peeling de cristal é uma dermoabrasão, ou seja, uma esfoliação realizada mecanicamente na pele com o objetivo de remover marcas e melhorar o aspecto da pele, tratando cravos, manchas, rugas e estrias corporais.

Indicações do peeling de cristal

O tratamento está indicado para pessoas que desejam tratar cravos, manchas (obtendo clareamento facial), rugas e estrias corporais (principalmente as avermelhadas) e até mesmo pelos encravados, inclusive sendo muito indicado para homens com foliculite. O peeling de cristal também estimula o colágeno da pele, melhorando sua firmeza e é uma opção para peles com bronzeado manchado.

Regiões do corpo em que pode ser feito

Além do rosto, o peeling de cristal pode ser feito em qualquer outra parte do corpo, e é principalmente feito no rosto, abdômen, dorso e culote.


Como é feito o peeling de cristal

O peeling de cristal é feito com ajuda de um aparelho que faz uma sucção na pele através de uma ponteira que libera óxidos de alumínio - chamados de cristais - responsáveis pela esfoliação da pele. A máquina lança os cristais na pele, que esfoliam e removem as impurezas e as células mortas de toda a parte externa da pele. O aparelho também exerce um vácuo, puxando essas partículas de volta. A dor durante o tratamento é considerada leve. Em casos de maior sensibilidade do paciente pode ser usado analgésico tópico para reduzir o incômodo durante o procedimento.

O dermatologista tem duas opções durante o peeling de cristal: manter uma esfoliação leve da epiderme ou realizar o procedimento de maneira mais intensa, chegando até a derme superficial (que fica abaixo da epiderme, a primeira camada da pele). O principal benefício do método mais profundo é a associação com princípios ativos. Chegando na derme superficial são colocados os ativos que considerados necessários: células tronco vegetais, hidratantes, máscara de colágeno, tensores, ácido retinoico, vitamina C, entre outros. A permeabilidade dos cosméticos é muito maior nessa camada da pele, garantindo resultados mais visíveis.

Sessões de peeling de cristal

Cada sessão de peeling de cristal dura em média 15 minutos. São necessárias pelo menos três sessões e o número total depende de cada caso. Para tratar manchas, cravos e rugas entre três e cinco sessões costumam ser suficientes e para estrias entre cinco e dez sessões. O intervalo indicado para as sessões é de cerca de 20 dias.

Profissionais que podem realizar o peeling de cristal

Médicos podem fazer o procedimento mais profundo. Esteticistas utilizam ponteiras diferentes, que fazem o procedimento de maneira mais superficial.

Cuidados antes do peeling de cristal

No geral, não são precisos cuidados específicos antes do peeling de cristal. Normalmente, quem vai fazer um tratamento para estrias, clareamento ou foliculite costuma-se usar ativos renovadores celulares (como ácido retinoico e ácido glicólico), que preparam a pele, deixando-a uniforme, o que permite melhor penetração dos ativos.

Quem dizer o peeling em busca de um clareamento ou melhoras das estrias, deve tomar cuidado para a pele não está recém queimada do sol, pois isso pode atrapalhar o procedimento. Evite também a limpeza de pele antes do peeling, pois a pele fica sensível, o que atrapalha a eficácia do peeling.

Cuidados após o peeling de cristal

Após o peeling de cristal, o cuidado principal é com o uso constante do filtro solar, com fator de proteção solar (FPS) mínimo de 30, com reaplicação de quatro em quatro horas. Para acalmar a pele, é recomendado o uso de hidratantes calmantes e água termal para ajudar na recuperação da pele. O uso de cosméticos comuns deve esperar de quatro a cinco dias. Caso você use algum específico, como os ácidos, siga a orientação do seu dermatologista.

A maquiagem, limpeza e hidratação da pele podem ser feitas como de costume. Inclusive, hidratar bem a pele de manhã e de noite é importante após o tratamento.

Contraindicações

Pessoas com doença crônica em atividade, infecção na pele no local em que será realizado o peeling, como acne e herpes em atividade, devem evitar o peeling de cristal. Qualquer tonalidade e tipo de pele pode ser submetido ao tratamento, no entanto, peles sensíveis precisam de um procedimento mais delicado.

Grávida pode fazer?

A grávida não tem contraindicações diretas ao peeling de cristal, desde que ele seja feito sozinho ou apenas associado a uma hidratação. Elas podem fazer no corpo apenas com indicações pontuais da dermatologista e sempre evitando a região abdominal, pois a técnica causa uma microabrasão e exercer sucção na região.

Riscos do peeling de cristal

Sem os cuidados adequados, podem aparecer manchas na pele. Para evita-las é fundamental o uso de filtro solar.

Resultados

Depois da primeira sessão, os resultados são muito discretos, a partir da terceira eles se tornam mais visíveis.

Alie o peeling de cristal com...

Hidratação Beber bastante líquidos, principalmente água, é essencial para otimizar os resultados, ainda mais no peeling facial, já que isso ajuda na vitalidade da pele.

Alimentação adequada Reduzir a ingestão de sódio ajuda a diminuir a retenção de líquidos, o que melhora os resultados do peeling. Além disso, o consumo constante de fibras e sua ação na digestão ajudam a desintoxicar, o que se reflete na pele.

Peeling químico A remoção da camada superficial da pele realizada pelo peeling cristal (também chamado de peeling físico) permite que os ácidos usados no peeling químico (com o objetivo de clarear manchas, por exemplo) sejam mais bem absorvidos, obtendo um resultado mais pronunciado.

Compare o peeling de cristal com...

Peeling de diamante Ambos os procedimentos são muito parecidos, a diferença é a ponteira utilizada para fazer o peeling de diamante, que é mais abrasiva, tornando o procedimento é mais profundo.

Preço

Os preços do peeling de cristal variam entre 100 e 500 reais, podendo variar se forem usados cosméticos, de acordo com seus valores*

* Valores pesquisados em setembro de 2013, sujeitos à alteração.

Fontes
Dermatologista Daniela Landim (CRM: 106025), pós graduada em medicina estética
Dermatologista Cintia Otsubo (CRM 90387), membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não