Evite as sete lesões mais comuns em corredores

Escolha do calçado certo e treino muscular são essenciais para evitar esses problemas

POR MINHA VIDA - PUBLICADO EM 26/09/2011

Cada vez mais pessoas aderem à corrida como primeiro passo para perder peso e ter uma vida mais saudável. "Esse esporte é bastante acessível, já que não precisa de muitos gastos para ser praticado ou de um lugar específico para o treino", explica o fisiologista Raul Santo de Oliveira, da Unifesp. Mas, antes de correr, vale a pena saber quais são os tipos de lesões mais comuns e os cuidados que podem ajudar a prevenir esses incômodos. Desse modo, você evita que as dores atrapalhem a sua prática esportiva. Conheça melhor os problemas: 

Fascite plantar

Essa inflamação atinge o tecido que reveste a planta do pé e representa aproximadamente 20% das lesões entre os corredores. As principais causas são: alterações na forma do pé, aumento de peso e erros de treinamento. No primeiro caso, é possível controlar e prevenir o problema usando palmilhas adequadas e personalizadas.

"O aumento de peso provoca um encurtamento nos músculos da panturrilha, o que causa traumas no pé e inflama a fáscia plantar, tecido que envolve a planto do pé. Por esses e outros motivos, as pessoas que estão acima do peso não devem começar um treino de corrida sem antes praticar caminhadas", diz o ortopedista Evaldo Bósio. Treinar em terrenos muito irregulares e de forma muito longa e intensa também aumenta as chances desse problema.

Para quem já sofre com essa lesão, o contato com um ortopedista é fundamental. "A fisioterapia para o tratamento pretende diminuir a dor, controlar o processo inflamatório e reequilibrar os músculos através de alongamento e fortalecimento específicos", explica o ortopedista. 

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não