Minha Vida - Saúde, Alimentação e Bem-Estar

Pronadora, neutra ou supinadora: identifique o seu tipo de pisada

O exame é simples e serve para prevenir lesões e dores na coluna

POR MINHA VIDA - publicado em 11/07/2008


Nem todo mundo pisa igual, e isso faz uma diferença danada na hora de escolher o tênis certo para correr ou caminhar. Isso porque a forma como você apóia os pés no chão vai determinar onde devem se concentrar os amortecedores do calçado, evitando lesões e dores nos joelhos e na coluna.

Existem três tipos diferentes de pisada. A melhor maneira de descobrir a sua é consultando um ortopedista. Algumas pessoas, no entanto, arriscam identificar em que grupo se encaixam só observando o desgaste na sola dos calçados o método não é de todo seguro porque e preciso considerar o apoio da pisada, e não o primeiro contato geralmente, o responsável pelo desgaste do solado. Algumas lojas esportivas também dispõem de aparelhos que analisam e identificam na hora o seu jeito de andar. A seguir, conheça as características de cada um deles:

Pisada pronadora desgaste do lado interno dos calçados
É comum entre as pessoas que têm os pés chatos, ou seja, sem aquela curvatura natural. A pisada começa pelo calcanhar e concentra seu maior impacto na zona do dedão. Neste caso, os amortecedores precisam se concentrar na região interna dos pés (onde devera haver a curvatura). A consulta no ortopedista é importante para avaliar a necessidade de uma palmilha corretiva.

Pisada neutra desgaste uniforme
A ideal, entre os três tipos. Começa pelo calcanhar e distribui-se de modo uniforme por toda a sola, finalizando com a absorção do impacto pelos três primeiros dedos do pé. Os tênis para esta pisada contam com amortecedores em toda a sola.

Pisada supinadora desgaste do lado de fora dos calçados
Ela começa na parte externa do calcanhar, segue apoiada no lado de fora do pé e termina apoiando-se nos dois últimos dedos. Pessoas com pés cavos (dotados de uma curvatura mais funda do que o normal) costumam pisar desta maneira. Os amortecedores para correção são dispostos na parte externa dos tênis, onde há o maior desgaste. Também vale pedir avaliação de um ortopedista quanto ao uso de palmilhas corretivas para o treino e o dia-a-dia.


Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."