Oito respostas sobre o uso de produtos para higiene íntima

Ginecologista esclarece os prós e contras no uso dos produtos para região íntima

POR ANDRESSA BASILIO - ATUALIZADO EM 31/10/2014

Sabonetes líquidos, absorventes diários e lenços umedecidos para o cuidado da região íntima fazem parte da rotina de higiene de muitas mulheres. De diversas marcas, cores, fragrâncias e formatos, eles são compra certa da ala feminina, mas ainda geram dúvidas em relação à funcionalidade. Para esclarecer os prós e os contras, conversamos com o ginecologista Paulo César Giraldo, da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo).

Crianças podem fazer uso desses produtos?

É importante perceber que o uso de produtos de higiene íntima são uma necessidade e não um tratamento. As crianças também precisam que a área genital seja devidamente higienizadas, por isso não há restrições. No entanto, o pH infantil é um pouco mais baixo do que o de mulheres adultas e, por isso, é importante que se procure produtos infantis, em que a concentração e a diluição sejam menores.