Combata rouquidão e dor de garganta sem prejudicar a voz

Gengibre, conhaque, limão com mel e outros recursos não passam de mitos no tratamento da dor

POR LETÍCIA GONÇALVES - PUBLICADO EM 13/04/2012

Quem sabe usar a voz em diferentes situações só tem a ganhar - um tom mais firme e seguro ajuda um chefe a manter a sua postura, por exemplo, enquanto um tom mais carinhoso e sedutor pode fazer diferença na hora de agradar o parceiro. "Mas de nada adianta trabalhar essa comunicação se cuidados com as pregas vocais não forem mantidos diariamente", lembra a fonoaudióloga Marta Andrada, chefe do Departamento de Distúrbios da Comunicação da Faculdade Santa Casa.

Beber água, articular bem a boca ao falar e evitar refluxo gástrico são alguns dos cuidados fundamentais. Já limão com mel e outras receitas caseiras não são uma boa alternativa para acabar com a rouquidão e a dor de garganta - na verdade, podem até provocar o efeito contrário ao desejado. Elimine os erros a seguir que podem prejudicar a saúde da sua.  

Mito: para projetar a voz, é só falar alto
Projetar a voz depende de técnica, enquanto falar alto pode ser prejudicial à saúde vocal e te deixar rouco. "Uma voz projetada e forte depende de um bom aporte pulmonar e de articulação ampla e precisa dos sons", explica a fonoaudióloga Maria Lucia Dragone, Coordenadora do Departamento de Voz da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia (SBFa). Treinamentos e técnicas oferecidas por um fonoaudiólogo podem auxiliar no desenvolvimento dessas funções.  

Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não