Minha Vida - Saúde, Alimentação e Bem-Estar

Conheça os exames que ajudam a deixar seu coração em ordem

Fazer "check up" periodicamente garante a manutenção da saúde

Por Especialista - atualizado em 10/09/2013


Hoje os métodos diagnósticos em cardiologia evoluíram e se multiplicaram, sendo que a população e até alguns médicos desconhecem como são realizados e suas indicações. Não raro o paciente evita determinados exames por um medo do desconhecido. Ou perde noites de sono após informações truncadas de amigos, vizinhos e outros "especialistas em desinformação". Aqui vou descrever como são realizados alguns exames mais comuns, bem como os riscos e indicações. Para qualquer exame, traga sempre copia de seus exames mais recentes, da receita médica e da solicitação do exame.

Eletrocardiograma: A pessoa fica deitada em uma cama. São posicionados eletrodos (colados na pele com um tipo de adesivo ou com sucção). Geralmente um em cada membro e seis no tórax. Serve para avaliar a parte elétrica do coração, e algumas vezes isso fornece pistas sobre o formato do coração e algumas doenças. É possível ver o ritmo, frequência dos batimentos e o trajeto que o impulso elétrico faz dentro do coração.

Ecocardiograma transtorácico: A pessoa fica deitada em uma cama, e pode ser solicitado que mude um pouco de posição durante o exame (deitado de lado, respirar fundo, etc). O aparelho de ultrassom (sim, é um ultrassom do coração!) encosta na pele e com isso é possível desenhar o órgão na tela do computador. Também é possível medir a velocidade do sangue, e como ele se movimenta através das válvulas. Outra utilidade é ver como o coração contrai e relaxa. Em resumo, é uma avaliação da anatomia do coração.

Ecocardiograma transesofágico: Em princípio é igual ao Ecocardiograma trastorácico. Mas ele é feito através de um dispositivo que parece um aparelho de endoscopia. Esse "tubo" entra pela boca e vai até próximo do estômago. Serve para ver o coração mais de perto. Geralmente é usado para ver os átrios (uma parte do coração) em busca de coágulos de sangue. Costuma ser realizado sob sedação salvo situações excepcionais. Geralmente o paciente que internou para este exame recebe alta no mesmo dia após se recuperar da sedação. É necessário jejum de pelo menos 6 horas, mas depende de cada serviço. Recomenda-se levar acompanhante.

"Para qualquer exame, traga sempre copia de seus exames mais recentes, da receita médica e da solicitação do exame"

Teste ergométrico: O teste de esforço pode ser realizado em esteira ou bicicleta. Serve para provocar o esforço físico máximo em um ambiente supervisionado, onde é possível medir a pressão arterial e ler o ECG durante todo o exame. É um dos mais antigos e sensíveis métodos para investigar arritmias induzidas pelo esforço e doença de coronárias, com baixo risco e grande aplicação prática.

Cintilografia do miocárdio: Geralmente o paciente deve evitar certos alimentos (chocolate, café, chá, cafeína) e algumas medicações (checar com seu médico) pelo menos 48 horas antes do exame. É um exame onde o paciente recebe material radioativo especialmente tratado para aderir ao músculo do coração (miocárdio). Ele é injetado em repouso e durante esforço físico (O esforço pode ser com esteira, bicicleta ou com medicações), chegando ao coração através das coronárias. Assim, o material radioativo "pinta" as áreas com fluxo normal de sangue e deixa "não pintada" qualquer área onde o fluxo seja insuficiente. Assim podemos ver onde o miocárdio está em sofrimento (isquemia). Podemos ver se isso acontece só no esforço físico ou se acontece também sem fazer esforço. Costuma a durar pelo menos 6 horas, sugiro trazer acompanhante.  

Holter 24 horas: É um eletrocardiograma que dura 24horas. São colados eletrodos no tórax da pessoa, que por sua vez são conectados a uma caixa semelhante a um toca-fitas. A pessoa deve carregar essa caixa por 24 horas e devolve-la ao termino do exame. Deve manter a rotina do dia-a-dia, fazer as atividades que geralmente faz e se possível, reproduzir as ocasiões que provocam os sintomas. A idéia é fazer um eletrocardiograma durante o dia todo, em busca de arritmias. Tome banho antes do exame, pois ficará 24 horas com o aparelho sem poder retirá-lo. Anote minuciosamente no diário tudo que fizer durante o dia.

MAPA: É um aparelho muito semelhante ao Holter, mas em vez de eletrocardiograma, ele mede a pressão arterial por 24 horas. Serve em especial para analisar pressão arterial que varia muito ao longo do dia. Também é importante manter a rotina o mais próximo do normal (trabalho e lazer).

Cateterismo(Cineangiocoronariografia): O paciente fica deitado em uma sala especial. Os pêlos da região da virilha são raspados e a área em torno fica coberta por material estéril para evitar infecções. Pela artéria femural sobe um cateter (tubo muito fino) até o coração, e por ali é injetado contraste com iodo. O contraste vai "desenhar" as coronárias por dentro, e mostrar qualquer anormalidade no trajeto do sangue com uso de raios-X. O risco de complicações fica em torno de 1%. Pacientes devem trazer acompanhante para o exame. Pessoas com alergia a Iodo ou frutos do mar ou em uso de anticoagulantes devem avisar ao médico. Dura em torno de 1h, e o paciente recebe alta geralmente após 4 a 6 horas do final do exame.

Exames para o coração

 Estudo Eletrofisiológico: Semelhante ao cateterismo, com cateteres diferentes e geralmente sem uso de contraste. Mas o objetivo deste exame é localizar e se necessário cauterizar focos de arritmia(através de ablação). Os riscos ficam em torno de 2%. A duração é variável, em torno de 2 a 3 h. Exames mais longos podem ser realizados com anestesia, mas geralmente sedação leve ou anestesia local são suficientes. Pacientes devem trazer acompanhante para o exame. O paciente geralmente recebe alta no dia seguinte ou menos frequentemente após 6 horas do fim do exame.

Tomografia e ressonância do coração: São feitas da mesma forma que para outras partes do corpo. As máquinas são mais novas, com melhor definição. Permite avaliar coronárias , através de contraste com iodo e raios X (tomografia) ou forma do coração e função (tomografia e ressonância). A ressonância tem a vantagem de não usar iodo ou radiação, mas não permite objetos de metal próximo a ela (Marcapassos, próteses e outros), limitando seu uso a alguns pacientes. Como são métodos recentes, suas indicações são em casos bem específicos. 



Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."