Vista cansada atinge principalmente usuários de computador

Os riscos de se passar horas olhando para a tela

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 26/11/2010

A maioria das pessoas hoje passa muito tempo usando o computador, seja nas horas de navegação em casa ou no escritório. Por conta disso, é comum que surjam queixas como dor de cabeça, olhos cansados, olhos secos e visão embaçada, que são sintomas associados ao que os oftalmologistas chamam de "Síndrome da Visão de Computador", porém, do ponto de vista científico, esse diagnóstico não existe. Na verdade, o uso do computador leva ao cansaço da visão, da mesma forma que a leitura prolongada de um livro.

O cansaço é uma reação natural dos olhos à tensão a que são submetidos, já que o usuário precisa forçá-los constantemente para conseguir foco e enxergar imagens bem definidas a partir de pontos minúsculos do computador chamados pixels. Juntamente com a tendinite, causada pela repetição de movimentos do mouse e no teclado, a Síndrome da Visão de Computador é uma das características da força de trabalho moderna.

Agravantes do problema

O ambiente e as condições de trabalho - ar-condicionado muito forte e luz inadequada, por exemplo - influem de maneira significativa nas alterações do filme lacrimal - uma película de lágrima que fica sobre a córnea, responsável pela manutenção da umidade dos olhos, indispensável para uma boa visão. A Síndrome do Olho Seco está diretamente relacionada à variação no número de piscadas durante o período de uso. O número normal de piscadas de um indivíduo está entre 15 a 20 piscadas por segundo, mas cai de 10% a 30% durante o trabalho.

Essa diferença no número de piscadas é uma das causas para o ressecamento da superfície ocular. Um portador da síndrome do olho seco pode ter esse diagnóstico piorado por conta do uso excessivo do computador.

Piscar é fundamental, pois faz a troca do filme lacrimal. A medicina recomenda uma pausa de pelo menos 10 minutos a cada hora trabalhada, para que o profissional relaxe e volte a piscar normalmente.

A Síndrome da Visão de Computador é uma das características da força de trabalho moderna.

Os sintomas da fadiga visual também costumam aparecer em pessoas que ficam muitas horas jogando vídeo game e em pessoas que necessitam de óculos em atividades que exigem esforço visual, mas que acabam não usando. É recomendável piscar mais os olhos também quando se assiste a um filme no cinema ou na TV.

Além dos sintomas de olho seco, as longas horas diante do monitor provocam o cansaço da visão, cientificamente conhecido como astenopia. Já o foco prolongado, resultado de muito tempo em frente ao computador trabalhando com imagens ou coisas que necessitem um olhar mais apurado, causa sintomas como dor-de-cabeça frontal, episódios de embaçamento e desconforto visual.

A posição do monitor também pode afetar a exposição do olho. O ideal é que o monitor fique um pouco abaixo da linha dos olhos, forçando as pálpebras superiores a diminuir a área de exposição.

Como amenizar os efeitos

Os efeitos do uso do computador sobre a visão já estão tão presentes que foi criada uma área da ciência multidisciplinar para estudá-los, e seu nome é Ergoftalmologia. O objetivo é propor um melhor relacionamento entre a visão e o trabalho. No dia-a-dia, entretanto, bom senso e algumas medidas simples podem poupar os olhos de quem passa horas diante da tela do computador. Veja as recomendações da equipe de Oftalmologia do IMO (Instituto de Moléstias Oculares):

- Um bom começo é diagnosticar as causas para a Síndrome da Visão de Computador e eliminá-las do local de trabalho;

-Portadores da Síndrome do Olho Seco não devem esquecer das lágrimas artificiais, que ajudam a manter os olhos lubrificados durante o dia;

-Quem tem desconforto visual ou dor de cabeça deve fazer pausas durante o período de utilização do computador, olhando para um ponto no horizonte que esteja a uma distância de pelo menos 6 metros. Essa medida proporciona o relaxamento do músculo;

  • É preciso evitar ventiladores ou ar condicionado direto sobre o rosto quando se está no computador
  • É recomendável o uso de proteção de tela para controlar a luminosidade
  • A posição da máquina deve estar à altura ou um pouco abaixo da linha dos olhos, nunca acima. Caso o equipamento fique acima dos olhos, ocorre um aumento da fenda palpebral, o que, além de evaporar a lágrima mais rapidamente, causa uma exposição maior dos olhos
  • Para aqueles que utilizam lentes de contato e trabalham com computador em ambientes com ar condicionado, é necessário fazer uso de colírio lubrificante para amenizar os sintomas da fadiga visual
  • O usuário de computador deve fazer consultas oftalmológicas periodicamente e evitar a automedicação para resolver o mal estar causado pela vista cansada.
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não