publicidade

Pressão arterial diferente em cada braço pode indicar risco cardíaco

Diferença de 15 milímetros de mercúrio ou mais sugere obstrução arterial

Por Minha Vida - publicado em 31/01/2012


Um estudo publicado na edição online da revista Lancet revelou que a medir a pressão arterial sistólica em ambos os braços pode ser uma maneira eficaz de detectar problemas vasculares silenciosos. A análise foi liderada por pesquisadores da Universidade Exeter, na Inglaterra.

Sua pressão arterial é saudável?

Para chegar a essa conclusão, os autores da pesquisa revisaram 28 estudos anteriores que haviam medido a pressão arterial dos participantes envolvidos no braço direito e esquerdo. Todos apresentavam risco aumentado de desenvolver doenças cardiovasculares.

Descubra seu
peso ideal

Saiba se você está acima
ou abaixo do peso.

Ex: 75,5kg, 1,70m

Os resultados mostraram que uma diferença de 15 milímetros de mercúrio ou mais entre a pressão sanguínea dos braços estava ligada e um risco maior de ter artérias parcialmente entupidas. Além disso, há uma probabilidade 2,5 vezes maior de redução do fluxo de sangue para pernas e pés e risco de redução desse fluxo também para o cérebro.

A diminuição do aporte de sangue para outras partes do corpo pode resultar em ataque cardíaco ou no desenvolvimento de problemas, como a doença vascular periférica. De acordo com os autores do estudo, não importa qual braço está com pressão mais alta ou baixa, mas, sim, se existe diferença entre eles.

Cinco maneiras de evitar e controlar a pressão alta

A hipertensão arterial, ou simplesmente pressão alta, é gatilho certo para uma série de males - e não só aqueles que envolvem o sistema circulatório. "Normalmente, um paciente com pressão igual ou superior a 140/90 mmHg é diagnosticado como hipertenso. São pessoas mais sujeitas a sofrer com falhas no coração, nos rins e até no cérebro" explica o cardiologista Enéas Rocco.

A doença é crônica (não tem cura, mas pode ser controlada) e, por isso, é importante fazer exames regulares para detectar como andam seus batimentos cardíacos e mudar hábitos do dia a dia. Confira alguns deles.

1. Manutenção do peso ideal - o sobrepeso aumenta dificulta o esforço do coração para conseguir bombear o sangue. Na prática, o músculo é exigido demais. "Como o bíceps de quem levanta peso, o coração de uma pessoa obesa acaba hipertrofiado", explica o cardiologista. Com um risco: as lesões causadas pelo esforço excessivo podem se tornar irrecuperáveis.

2. Prática de atividade física - atividades físicas regulares, principalmente as aeróbias, contribuem para a melhora de todo o sistema circulatório e pulmonar. Só tome cuidado com os exageros: antes de começar qualquer treino, procure um especialista e faça uma avaliação geral.

3. Redução de sal - o excesso de sal na dieta leva à retenção de líquidos, acarretando a hipertensão. Por isso, maneire na hora de temperar a comida e diminua o consumo de enlatados e alimentos em conserva.

4. Evitar bebidas alcoólicas - O álcool em grande quantidade é inimigo feroz da pressão sob controle. Corte as bebidas da sua dieta ou consuma com muita moderação.

5. Dieta saudável - Gorduras saudáveis e pouco sal são medidas indispensáveis na dieta de quem quer manter o coração saudável. Inclua ainda muitas frutas, verduras e legumes. Cortar a carne não é preciso, mas dê preferência aos cortes magros como filé mignon e músculo.



Não deixe de consultar o seu médico. Encontre aqui médicos indicados por outras pessoas.
Este conteúdo ajudou você? Já ajudou você e + 1254 pessoa(s) Já avaliou

Imprima

Erro

erro

Comente

Compartilhe

Shopping Vida Saudável

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

siga o minha vida e melhore sua qualidade de vida

Saiba mais

Copyright 2006/2014 Minha Vida - Todos os direitos reservados

"As informações e sugestões contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas."


Você está usando uma versão antiga do seu navegador :( Para obter uma melhor experiência, atualize agora!
X