PUBLICIDADE

Dentes sensíveis podem indicar outros problemas bucais

Retração da gengiva e desmineralização do esmalte são causas comuns

Minha avó sempre dizia: "Quem toma sopa não toma água gelada!" A ideia de que o choque térmico pode estragar os dentes parece lógico, mas se minha avó tivesse conhecido o Petit Gateau certamente abriria uma exceção. Crendice popular... Sabedoria dos mais velhos... Será lenda? Mito ou verdade?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É verdade que o esmalte conduz o calor mais rapidamente do que a dentina. Desta forma, quando os dentes entram em contato com baixas temperaturas, o esmalte sofre uma contração mais rápida que a dentina, resultando num estresse térmico. Se a mudança de temperatura for muito alta, podem aparecer rachaduras no esmalte.

Uma prática comum entre crianças e adolescentes é morder e mastigar pedra de gelo. Isso não é recomendado, pois além de expor o dente à baixa temperatura, existe o risco de fraturar o dente. A estrutura dentária é muito friável e pode se partir quando tritura substâncias muito duras.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

mulher com dor de dente - Foto: Getty Images
Quando os dentes são sensíveis, é sinal de que algo não está bem

O esmalte do dente é extremamente mineralizado e quase impermeável. Porém, se essa proteção for removida e a dentina ficar exposta, o dente pode apresentar sensibilidade. A maioria das pessoas tem uma pequena sensibilidade ao gelado, mas não é normal ter sensibilidade com a temperatura habitual dos alimentos e líquidos, ou com a água durante a escovação dos dentes. Se isso estiver ocorrendo os motivos devem ser investigados.

Quando os dentes são sensíveis é sinal de que algo não está bem... É hora de perguntar ao seu dentista por que isso está acontecendo. As causas possíveis para sensibilidade do dente são muitas e naturalmente o tratamento depende da causa - por isso usar pasta para dentes sensíveis nem sempre resolve. Veja algumas causas para sensibilidade ao frio:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Retração gengival

A retração da gengiva expõe uma área do dente que não é revestida por esmalte, e por isso essa região, o "colo" do dente, é sensível.

Cárie

Quando a cárie atinge a dentina ela provoca dor. Às vezes a dor é pequena, mas é sempre um alerta a ser considerado, pois sua evolução pode ser rápida.

Restauração fraturada ou com infiltração

A imagem da fratura ou infiltração de uma restauração nem sempre é visivel e muitas vezes a dor é a primeira manifestação. Neste caso a restauração precisa ser refeita.

Trauma oclusal

Acontece quando o equilíbrio oclusal não está bom, quando uma restauração nova ficou "um pouquinho" alta ou quando mordemos algo mais duro "de surpresa". Sabe aquele peruá que de repente pegamos quando comemos pipoca? Ele é responsável por muitos traumas.

Desmineralização do esmalte por ação de ácidos

O consumo exagerado de refrigerantes, o refluxo do suco gástrico (gastrite, anorexia nervosa, bulimia), o uso de drogas ilícitas (metanfetamina), podem provocar erosão do esmalte dental.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sabe-se que o ácido cítrico presente no refrigerante normal ou diet e nos energéticos é conhecido por ter um alto potencial para causar desmineralização de esmalte. O pH ácido provoca a desmineralização do esmalte, mas numa dieta equilibrada, a saliva é capaz de neutralizar o pH e permitir a remineralização.

Assim, o processo de desmineralização é compensado pela constante remineralização. Por isso, hoje se recomenda não escovar os dentes imediatamente depois da refeição. O melhor é enxaguar a boca com água imediatamente depois de comer e esperar meia hora antes de escovar os dentes.

Clareamento dental

O uso de agentes clareadores sem orientação e supervisão do dentista pode trazer consequências indesejáveis. Pesquisas mostram que os produtos para clareamento, dependendo do tempo de aplicação e da concentração, podem penetrar na câmara pulpar (o local onde fica a polpa, popularmente conhecido como canal), principalmente em dentes restaurados.

Estudos em laboratório sugerem que a restauração dentária pode facilitar a entrada dos clareadores até a câmara pulpar. Se o clareamento for feito sem critério, pode causar sensibilidade e danos irreversíveis à polpa.

Esses são apenas alguns exemplos, mas observe que em todos os casos a dor sempre é um sinal de alerta. O nosso corpo sempre avisa e é nossa responsabilidade buscar ajuda.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)