Aderência

Visão Geral

O que é Aderência?

Aderências são faixas de tecido semelhantes à cicatrizes que se formam entre duas superfícies dentro do corpo e que as une.

À medida que o corpo se movimenta, tecidos ou órgãos dentro dele conseguem se mover normalmente ao redor uns dos outros. Isso porque esses tecidos têm superfícies escorregadias.

Causas

Inflamação (inchaço), cirurgia ou lesão podem provocar aderências quase em qualquer lugar do corpo, incluindo:

  • Nas articulações, como no ombro
  • Nos olhos
  • Dentro do abdômen ou pélvis

Uma vez formadas, as aderências ficam maiores ou mais rígidas com o decorrer do tempo. Podem ocorrer sintomas ou outros problemas se elas fizerem com que um órgão ou parte do corpo torça, saia de posição ou não consiga se movimentar.

O risco de formação de aderências é alto depois de cirurgias do intestino ou do órgão feminino. Cirurgias que utilizam um laparoscópio têm menor probabilidade de causar aderências do que cirurgias abertas.

Outras causas de aderências no abdômen ou pélvis:

  • Apendicite, mais frequentemente quando o apêndice supura (rompe)
  • Câncer
  • Endometriose
  • Infecções no abdômen e pélvis
  • Tratamento com radiação

Aderências ao redor das articulações podem ocorrer:

  • Após cirurgia ou trauma
  • Com determinados tipos de artrite
  • Com o uso excessivo de uma articulação ou tendão

Exames

Na maioria das vezes, as aderências não podem ser vistas através de raios x ou exames de imagem.

  • Histerossalpingografia pode ajudar a diagnosticar aderências dentro do útero ou trompas de Falópio.
  • Raios x do abdômen, estudos de contraste com bário e tomografias computadorizadas podem ajudar a diagnosticar bloqueios nos intestinos ocasionados por aderências.

A endoscopia (uma maneira de observar o interior do corpo usando um tubo flexível com uma pequena câmera em sua extremidade) pode ajudar a diagnosticar aderências:

  • Histeroscopia observa a parte interna do útero
  • Laparoscopia observa a parte interna do abdômen e pélvis

Sinônimos

Aderência pélvica; Aderência intraperitoneal; Aderência intrauterina

Mais sobre Aderência

Consulte seu médico se você tiver:

  • Dor abdominal
  • Incapacidade de passar gases
  • Náusea e vômito que não desaparecem
  • Dor intensa e câimbras na barriga

Sintomas

Sintomas de Aderência

Aderências em articulações, tendões ou ligamentos dificultam a movimentação da articulação e podem causar dor.

Aderências na barriga (abdômen) que tenham causado uma dobra, torção ou puxada podem ocasionar bloqueio dos intestinos. Os sintomas incluem:

  • Inchaço da barriga
  • Constipação
  • Náusea e Vômitos
  • Interrupção da passagem de gases
  • Dor intensa e câimbras na barriga

Aderências na pélvis podem ocasionar dor pélvica crônica ou duradoura.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Aderência

Uma cirurgia pode ser realizada para separar as aderências. Ela pode permitir a movimentação normal do órgão e reduz os sintomas causados pela aderência. No entanto, o risco de mais aderências aumenta à medida que o número de cirurgias também aumenta.

Dependendo do local das aderências, pode-se colocar uma barreira para tentar reduzir a chance de retorno das aderências no momento da cirurgia.

Veja também: Correção de obstrução intestinal

Convivendo (prognóstico)

Complicações possíveis

Dependendo dos tecidos envolvidos, as aderências podem causar diversos transtornos.

  • No olho, aderência da íris à lente pode levar ao glaucoma.
  • Nos intestinos, as aderências podem causar obstrução intestinal parcial ou completa.
  • Aderências dentro da cavidade uterina, chamadas síndrome de Asherman, podem ocasionar ciclos menstruais irregulares e impossibilidade de engravidar em mulheres.
  • Aderências pélvicas que envolvem cicatrização das trompas de Falópio podem levar à infetilidade e problemas reprodutivos.
  • Aderências abdominais e pélvicas podem causar dor crônica.

Expectativas

O resultado é geralmente bom.

Fontes e referências

  • Munireddy S, Kavalukas SL, Barbul A. Intra-abdominal healing: gastrointestinal tract and adhesions. Surg Clin N Am. 2010;90:1227-1236
  • Kulaylat MN, Dayton, MT. Surgical complications. In: Townsend CM Jr, Beauchamp RD, Evers BM, Mattox KL,eds. Sabiston Textbook of Surgery. 18th ed.Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2007:chap 15.
  • Paine R. Rehabilitation and therapeutic modalities: a language of exercise and rehabilitation. In: DeLee JC, Drez D Jr, Miller MD, eds. DeLee and Drez''s Orthopaedic Sports Medicine. 3rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier;2009:chap 5. section A.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não