PUBLICIDADE

Oito passos para escolher o sutiã certo

Modele os seios e evite dores nas costas com estas dicas

Quando tem uma noite especial em vista, você passa horas escolhendo o modelo que vai usar. No dia a dia, entretanto, o cuidado acaba ficando de lado e você mal repara na cor do sutiã que usa. O que falar das características como alças, bojo e faixa de sustentação então? Certamente passam despercebidas. Mas vale mudar de atitude, já que não é apenas o prejuízo estético que surge como consequência do desleixo na hora de escolher o melhor sutiã. "Também podem aparecer dor nas costas, arranhões, alergia e até prejuízos à circulação", conta a mastologista Mônica Travassos, diretora da Sociedade Brasileira de Mastologia. Veja a seguir como optar pela roupa íntima sem se arrepender depois.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Um tamanho para as costas, outro para os seios

Mulher escolhendo um sutiã na loja - Foto Getty Images
Mulher escolhendo um sutiã na loja - Foto Getty Images

Além dos números, que medem as costas, muitas marcas oferecem variação no tamanho das taças em A, B e C, de acordo com o tamanho dos seios propriamente ditos. "Isso traz mais conforto, por exemplo, para mulheres que têm as costas largas e os seios pequenos", conta o consultor de moda Gustavo Sarti, da Outlet Lingerie. "É possível comprar um modelo de número maior sem que haja folga de tecido ou espaço na frente". O mesmo vale para uma mulher com as costas estreitas e seios volumosos.

O melhor tecido

mulher com coceira nas costas - Foto Getty Images
mulher com coceira nas costas - Foto Getty Images

A mastologista Mônica Travassos conta que os sutiãs de algodão são sempre a melhor escolha, já que o tecido dificilmente causa reações alérgicas e deixa a pele respirar. "Existem alguns sutiãs de elastano que podem causar alergia na região mamária", conta a especialista. O melhor a fazer é experimentar diferentes tecidos e ver qual se adapta melhor a você, e então sempre optar por ele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Aros metálicos

mulher usando um sutiã com aros metálicos - Foto Getty Images
mulher usando um sutiã com aros metálicos - Foto Getty Images

Os aros metálicos de sustentação oferecem um risco: podem romper a costura, machucando sua pele. Por isso, prefira marcas de boa qualidade que, além de acabamento reforçado, dispõem de pontas arredondadas, evitando que arranhões, furos e até cortes na pele da região dos seios, que é muito sensível.

Apertados demais

mulher fechando o sutiã - Foto Getty Images
mulher fechando o sutiã - Foto Getty Images

"Modelos com bojos e bolhas de enchimento são a melhor pedida para quem deseja aumentar os seios", conta o consultor Gustavo. Só não queira turbinar o efeito comprando um modelo mais apertado do que seu corpo pede. Com isso, além de sentir dores nas costas e nos ombros, você prejudica a circulação sanguínea (como acontece com roupas apertadas demais). A falta de oxigenação prejudica a pele, que envelhece mais cedo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Faixa no tórax

sutiã com faixa no tórax - Foto Getty Images
sutiã com faixa no tórax - Foto Getty Images

Você mal repara, mas é ela quem dá sustentação para os seus seios (as alças apenas mantêm o sutiã na posição adequada). Por isso, dê preferência a modelos mais reforçados e com uma faixa de tecido mais largo nesta região. Assim, você evita um erro comum: comprar um modelo apertado demais, achando que ele traz mais segurança.

Alças no lugar certo

mulher vestindo um sutiã - Foto Getty Images
mulher vestindo um sutiã - Foto Getty Images

Nada de colocar as alças de qualquer jeito, posicionadas de qualquer maneira. A mastologista Mônica explica que elas devem fazer um triângulo de ponta cabeça, a partir dos ombros, onde a pontinha do triângulo é o fecho do sutiã. Manter o sutiã nessa posição vai garantir seios firmes sem prejudicar a coluna vertebral.

Renove o armário

mulher olhando o próprio armário - Foto Getty Images
mulher olhando o próprio armário - Foto Getty Images

"Como qualquer outra peça íntima, os sutiãs devem ser repostos depois de certo tempo de uso", conta Mônica Travassos. Isso porque o uso contínuo deteriora a elasticidade da peça, o que prejudica a sustentação. O tempo de troca depende muito de quanto o sutiã foi usado, repare na sustentação que a peça está dando e não ultrapasse seis meses de uso.

Alças reforçadas para o esporte

mulher correndo e usando um top - Foto Getty Images
mulher correndo e usando um top - Foto Getty Images

O cuidado com as alças não vale apenas para as mulheres que têm seios volumosos. Mesmo que não seja o seu caso, prefira um modelo mais resistente na hora de praticar esportes. Isso porque, durante os movimentos, há risco de romper as fibras elásticas da região torácica. Isso aceleraria a flacidez dos seios.