PUBLICIDADE

Tratamento com facetas de cerâmica não substitui o uso do aparelho ortodôntico

É preciso que os dentes estejam alinhados para a aplicação segura das facetas

As restaurações cerâmicas estão se tornando cada vez mais conhecidas pelos pacientes. A demanda por tratamentos dentários utilizando esse material restaurador aumentou, seguindo a tendência do apelo estético e a evolução da odontologia adesiva, que revolucionou antigos conceitos e praticamente eliminou as restaurações metálicas sobre dentes. O desejo de um sorriso mais branco, mais alinhado e mais bonito tem se tornado cada vez mais frequente.

Dentro desse contexto e com a disponibilidade da informação através de veículos como a internet, o paciente já chega ao consultório odontológico solicitando a instalação de facetas de cerâmica para melhorar a aparência do sorriso. Contudo, é preciso informar os pacientes que existem indicações bastante específicas para a confecção de facetas ou lâminas cerâmicas, a depender de cada caso.

As facetas ou lâminas cerâmicas são restaurações de fina espessura que são "coladas" com uma resina apropriada sobre a superfície frontal dos dentes. Primeiramente, faz-se necessário assegurar a saúde dos tecidos bucais, e a efetividade de controle de placa bacteriana por parte do paciente. Em segundo lugar, a estabilidade do encaixe dos dentes anterior e posterior deve estar estabelecida, garantindo melhor distribuição das forças mastigatórias. Uma vez que a saúde bucal e a função mastigatória encontrem-se equilibradas, as facetas cerâmicas permitem a finalização estética do caso, melhorando a forma, a textura, a proporção e a cor dos dentes tratados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando os dentes estão tortos e o paciente opta por alinhá-los com lâminas cerâmicas ao invés do uso de aparelho ortodôntico, o desgaste da estrutura dental para fornecer espaço para o material restaurador (cerâmica) será excessivo, comprometendo o esmalte e expondo a dentina, que é a camada logo abaixo. Cerâmicas cimentadas em dentina têm significativamente menor longevidade clínica e maior possibilidade de sensibilidade pós-tratamento.

Diante do exposto, fica fácil concluir que as facetas cerâmicas, idealmente, não substituem o tratamento ortodôntico. Elas podem ser feitas em casos indicados para a correção ortodôntica, mas o paciente deve estar ciente dos riscos envolvidos nesta escolha clínica. A estética jamais deve acontecer antes de pilares básicos como saúde bucal e função mastigatória adequada.