PUBLICIDADE

Umectação capilar: quais óleos usar nesse método de nutrição

Nutrir o cabelo é essencial para a hidratação dos fios

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

O que é umectação

A umectação é um dos métodos mais populares de nutrição capilar. Nessa técnica, o cabelo é enluvado com óleo vegetal, a fim de recuperar os lipídios (gorduras) que compõem o fio.

Alguns benefícios da umectação são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A técnica é feita aplicando algum dos óleos recomendados ao longo dos fios e cobrindo o cabelo com uma touca térmica, para deixar os nutrientes agirem por um tempo. Após a umectação, é importante lavar bem os fios.

via GIPHY

Umectação com óleo de coco

Um dos óleos mais utilizados no cabelo é o de coco. Rico em propriedades antioxidantes, além de ser usado para nutrir os fios, ele também é auxiliar no combate à caspa, devido às suas propriedades antibacterianas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Porém, é preciso ter cuidado na hora umectar o cabelo. De acordo com a dermatologista Ana Carolina Rocha, o óleo de coco possui capacidade de queima e combustão. Portanto, ele deve ser aplicado apenas em dias em que o cabelo será lavado.

"Permanecer com o óleo nos cabelos pode queimá-los se a pessoa for ao Sol ou utilizar algum produto de termoativação (secador ou prancha)", explica a médica.

Umectação com óleo de rícino

Rico em ômega 6 e ômega 9, um dos benefícios desse óleo é o fortalecimento capilar que ele proporciona. Muitas pessoas também utilizam o óleo de rícino como tônico capilar, afirmando que ele auxilia no crescimento do cabelo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ainda de acordo com a dermatologista Ana, ele pode ser aplicado tanto em cabelos secos quanto oleosos. "Inclusive, há relatos de melhora da dermatite seborreica (caspa) com o uso, uma vez que o óleo de rícino possui ação antimicrobiana e cicatrizante comprovadas", finaliza.

Umectação com azeite de oliva

O azeite possui vitamina E e ácidos graxos mono-insaturados, componentes que auxiliam na hidratação capilar. Apesar do cheiro não ser tão agradável, o azeite é um dos óleos vegetais que mais auxiliam na maciez dos cabelos.

Para quem não gosta do cheiro, é possível misturar algumas gotas de óleo essencial ao azeite, antes de aplicar nos fios.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Receita: umectação de óleo de coco e de rícino

O hair stylist Rafael Fagundes ensinou como fazer umectação com óleo de coco e de rícino. Confira o passo a passo:

Umectação noturna

Foto: shutterstock/Jet Cat Studio
Foto: shutterstock/Jet Cat Studio

Para quem busca uma nutrição mais intensa ou não tem tempo de nutrir o cabelo durante o dia, a umectação noturna é a melhor opção. Nela, o óleo é mantido no cabelo durante toda a noite, sendo retirado apenas no dia seguinte.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Nessa umectação, o óleo pode ser aplicado com o cabelo ainda sujo. Confira:

Como retirar os óleos após umectação: método UCPE

A sigla, que significa umectar, condicionar, pausar e enxaguar, representa uma das técnicas de lavagem após a umectação. O objetivo desse método é retirar o óleo dos fios com facilidade, sem agredir o cabelo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)