PUBLICIDADE

Cozinhar pode manchar a pele: veja como se proteger em casa

Mesmo em casa, você não só continua exposto ao Sol mas também ao calor do fogão, que pode ser muito prejudicial para sua pele

Você sabia que o uso de protetor solar é essencial até dentro de casa? Isso porque, mesmo sem sair, você não só continua exposto ao sol, como também a outras fontes de calor que podem prejudicar muito a sua pele, como o fogão.

"Tanto o calor do fogão como do Sol podem acelerar o envelhecimento da pele e agravar manchas escuras, como o melasma. Além disso, o calor no rosto pode piorar doenças de pele, como a rosácea", explica o dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Elimar Gomes.

Ele afirma que, mesmo quando estamos em casa, podemos receber a radiação ultravioleta A e a luz visível (claridade), que ultrapassam os vidros e atingem a nossa pele. Por esse motivo é tão importante manter o uso do protetor solar.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Esse calor provoca uma alteração chamada de estresse oxidativo, que pode provocar alterações em diversas células da pele. Na epiderme, pode aumentar a produção de melanina ao agredir os melanocíticos. Na derme, segunda camada mais profunda, pode causar rugas e flacidez".

Além disso, os compostos presentes na fumaça e vapor da cozinha também podem determinar uma maior produção de radicais livres, agravando essa situação.

Como proteger a sua pele dentro de casa

Para a redução dos danos provocados pelo calor do fogão, é recomendado não ficar tão perto do eletrodoméstico e reduzir o tempo de exposição. Outra medida para se proteger também do Sol é o uso de substâncias antioxidantes na pele disponíveis em dermocosméticos e protetores solares, são elas:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Vale ressaltar que quem possui peles mais sensíveis (com histórico de alergia ou hipersensibilidade), mais maduras (idosos ou com histórico de exposição solar frequente) e rosácea ou melasma pode sofrer ainda mais com essa exposição.

Por isso, é importante destacar que a escolha destes ativos deve ser feita junto com o seu médico dermatologista de acordo com as condições e especificidades da sua pele. Até porque nem todos os protetores solares disponíveis no mercado têm, na sua composição, ativos antioxidantes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)