PUBLICIDADE

Mitos de beleza: saiba o que é fato nas crenças mais comuns

Especialistas esclarecem alguns conceitos populares do universo da beleza, como se a depilação com lâmina engrossa os fios

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Ao longo da vida, é comum ouvir diferentes "conselhos" sobre fatores que podem influenciar na beleza, desde a saúde da pele ao crescimento do cabelo. Muitos desses conhecimentos, no entanto, são fundamentados no ideário popular - crenças transmitidas de geração a geração que, de tão repetidas no decorrer do tempo, passam a ser dadas como verdadeiras.

À vista disso, não é novidade que a internet se tornou um grande abrigo desses mitos. Porém, é importante saber distinguir o que é, de fato, verdade e o que é mentira. Buscar informações sobre o assunto (principalmente com um especialista da área) é a melhor maneira de saber o que realmente é benéfico para a saúde - em todos os aspectos.

Pensando nisso, o Minha Vida conversou com especialistas e listou alguns mitos e verdades comuns no amplo universo de cuidados de beleza. Confira a seguir:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Depilar com lâmina engrossa o pelo

Mito! E a explicação, na realidade, é bem simples. De acordo com Luciana de Abreu, dermatologista da clínica Dr. André Braz, no Rio de Janeiro, a sensação que temos ao depilar alguma área do corpo com a lâmina se dá pelo fato da base dos pelos ser essencialmente mais grossa que a ponta do fio.

Como exemplo, imagine a ponta de um lápis. Em razão do uso contínuo, a ponta sempre tende a ser mais fina que a base. Nessa mesma lógica, quando a lâmina corta o pelo, a haste mais fina é retirada e quando volta a crescer, o que fica na superfície é o resto do folículo.

Ademais, a depilação com lâmina também não influencia no crescimento dos fios. O que ocorre é que, em razão da lâmina somente cortar o pelo superficialmente e não tirá-lo pela raiz, ele tende a reaparecer mais rápido.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A fase da Lua influencia no crescimento capilar

Mito! Apesar da astrologia sugerir que algumas fases da Lua podem ser mais favoráveis ao crescimento capilar, a especialista Luciana de Abreu afirma que não existe realmente um momento conveniente para cortar as madeixas.

"Não há estudos científicos médicos que atestem que as fases lunares possam influenciar no ciclo de crescimento dos cabelos. Geralmente, os fios crescem 1 cm por mês em média, e 12 cm por ano, independente da fase da lua", afirma.

Cortar as pontas do cabelo faz ele crescer mais rápido

Mito! Embora muitas mães usem esse falso argumento para incentivar filhos e filhas a cortarem o cabelo, o corte em si não influencia no crescimento dos fios. Na verdade, os tratamentos de estímulo realizados no bulbo capilar, prescritos pelo dermatologista, são responsáveis por impulsionar o crescimento e melhorar o aspecto das madeixas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Em geral, além do exame clínico e dermatocópico do couro cabeludo, sempre avaliamos o estado nutricional, com as dosagens de hormônios e vitaminas no sangue, para diagnosticarmos a causa da alopecia e prescrever o tratamento adequado de estímulo ao crescimento dos fios", explica Luciana.

Lixar o pé engrossa a pele

Verdade! A lixa, por ser um meio mais agressivo de esfoliação, tende a estimular a multiplicação das células de forma exagerada, causando o engrossamento da pele. "O ideal é não esfoliar, ou esfoliar com materiais suaves, como sabonetes tipo gomage, que possuem grânulos suaves que não agridem a pele como a lixa", explica Luciana de Abreu.

A especialista ainda ressalta a importância de utilizar hidratantes potentes na região da palma do pé (ou planta), para auxiliar na regeneração da pele e evitar a perda de água.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Usar sapatos fechados ou com meias sempre ajuda a proteger os pés do meio ambiente, deixando a pele plantar mais fininha. Quem usa muito chinelo de borracha ou sandálias abertas também piora o ressecamento dos pés e o espessamento da pele plantar, além de causar fissuras e rachaduras", finaliza a especialista.

Sol melhora a acne

Depende! A exposição solar pode, de fato, melhorar a aparência da acne. De acordo com Luciana de Abreu, a radiação ultravioleta advinda dos raios solares podem modificar qualitativamente e quantitativamente a composição do microbioma cutâneo, de modo que um período no sol ameniza o aspecto das espinhas. Porém, não existe comprovação científica de que o sol melhora um quadro de acne.

Na verdade, existem estudos que comprovam que os raios solares podem diminuir a imunidade da pele, favorecendo o desenvolvimento de acne em razão da proliferação de bactérias na cútis. Assim, o uso de protetor solar na rotina diária de cuidados faciais é primordial para evitar que a radiação UVA e UVB piore o quadro de acne e cause outros prejuízos à pele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Não usar sutiã deixa os seios "caídos"

Mito! A flacidez nos seios é uma das transformações corporais que mais incomodam as mulheres, resultado de alguns fatores como idade, gravidez e amamentação. Além disso, segundo o mastologista Luca Rinaldi, outras causas, que incluem genética, características individuais da pele, tabagismo e perda de peso acentuado após quadro de sobrepeso ou obesidade, também são condições que podem levar à flacidez das mamas.

Todavia, não existe nenhuma evidência científica que indique o sutiã como fator de prevenção à flacidez. "Porém, pessoas que praticam corrida ou esporte de impacto devem utilizar um top adequado para manter as mamas rígidas", esclarece o mastologista Anastasio Berrettini Jr, da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM).

O especialista explica que o problema pode estar relacionado ao fato de muitas pessoas utilizarem o sutiã de forma inadequada, ocasionando em danos nos seios. Segundo ele, existem cinco pontos que devem ser observados para saber se o sutiã está colocado corretamente. São eles:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Embora seja um fator muito incômodo, a flacidez não compromete a saúde dos seios. "Pelo contrário, mulheres que apresentam este processo de lipossubstituição apresentam um fator protetor contra o câncer de mama", afirma Anastasio Berrettini Jr.