PUBLICIDADE

26ª semana de gestação: prevenindo a diabetes gestacional

Além da doença, está na hora de realizar os exames para rastrear a pré-eclâmpsia

Seu bebê

Com 26 semanas, seu bebê terá aproximadamente 35 centímetros e 750 gramas. Ele tem o tamanho de uma abobrinha.

De acordo com o ginecologista e obstetra da Perinatal, Fernando Maia, o segundo e terceiro trimestre da gestação são responsáveis pelo crescimento e amadurecimento dos órgão do bebê. Ele já tem toda a estrutura básica de um humano, mas ainda é preciso amadurecer os órgãos em geral.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"É muito comum acharem que apenas o pulmão do bebê necessita de maturação, mas este é um órgão que mais gera problemas no parto prematuro. Outros órgãos, como o cérebro, fígado e glândulas endócrinas também necessitam se desenvolver melhor para poder funcionar adequadamente", explica.

Os olhos do bebê, que fazem parte do sistema nervoso central, também estão se desenvolvendo mais. Suas pálpebras, na 26ª semana, podem ainda não estar totalmente abertas, já que isso acontecerá ao longo dos próximos dias.

A pele do bebê ainda está muito fina, mas ele ainda tem 14 semanas até o seu nascimento. Sua pele está amadurecendo e desenvolvendo os sistemas de glândulas sudoríparas, glândulas sebáceas e pelos que irão proteger o bebê após seu nascimento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sua gravidez

Caso ainda não tenha feito, até a próxima semana seu médico solicitará o exame para rastreamento de diabetes gestacional, através de um procedimento chamado Teste Oral de Tolerância à Glicose (TOTG).

Além do TOTG, durante essas duas semanas você realizará o dopplerfluxometria obstétrica. O objetivo desse exame é realizar o rastreamento da pré-eclâmpsia, embora não seja um exame de alta precisão comparado ao TOTG.

Algumas gestantes passam a encontrar dificuldade para dormir, independente de sua idade gestacional. A recomendação do especialista é evitar muitas atividades que possam gerar ansiedade. Não faça uso de medicamentos sedativos, exceto se houver recomendação médica absoluta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo o especialista, gestantes com baixo risco de complicações podem continuar fazendo as atividades que costumam fazer, evitando apenas as que apresentam alto risco de acidente (motocicleta, mergulho em profundidade, etc).

Com o passar das semanas, é completamente normal que sua desenvoltura diminua no trabalho e nas atividades físicas. Não se sinta culpada por não estar produzindo como antes, principalmente no trabalho.