Dicas para enfrentar o puerpério

É difícil, mas o puerpério tem hora para acabar; veja como passar por esse momento de forma mais tranquila

Os longos meses da gestação se passaram e o bebê nasceu. Agora é a hora de atravessar o período pós-parto, conhecido como puerpério e, quanto mais a nova mamãe estiver informada sobre o que a espera, mais suave tende a ser essa transição.

É nesta fase que acontecem as maiores adaptações, o baby blues, a privação excessiva de sono, entre outras situações novas. Veja abaixo algumas dicas para se tentar se preparar para esse momento com mais tranquilidade.

Calma, vai passar: sim, você pode ter pensado ainda na gestação que tudo seria mais fácil, que amamentar seria tranquilo, que a privação de sono não seria tão grande assim. Mas a realidade se mostrou diferente. A boa notícia, porém, é que você não está sozinha, afinal, todas as mães também passam por isso. Por mais distante que pareça, esse período tem hora para acabar e tudo se tornará mais tranquilo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Não tenha medo de pedir ajuda: não é preciso ter vergonha de buscar ajuda, afinal, aquela cobrança antiga de dar conta do bebê, da casa e ainda estar sempre impecável não passa de algo inatingível e irreal. Portanto, tente pedir ajuda para a família, rede de apoio e amigos. Neste ponto, para quem pode contar com a presença de um parceiro/parceira, ela se torna fundamental para que você possa descansar.

Cultive momentos especiais com o bebê: o banho, por exemplo, é um momento único com o recém-nascido. Aliás, os pais e parceiros de uma forma geral podem participar fazendo com que esse momento seja leve e de conexão.

Para deixar a ocasião ainda mais agradável, uma opção é utilizar produtos que proporcionam relaxamento e conforto também para o bebê. Baby Dove, por exemplo, tem uma linha completa de produtos indicados especialmente para a pele sensível do bebê: Baby Dove Hidratação Glicerinada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Todos os produtos têm pH neutro, são hipoalergênicos e sem lágrimas. A linha pode ser usada já a partir do primeiro banho do bebê. Baby Dove Hidratação Glicerinada também tem até 3x mais glicerina* em sua composição, proporcionando hidratação e suavidade para a pele delicada do recém-nascido.

Evite reprimir os sentimentos: quando sentir vontade de chorar, chore sem culpa. Você está passando por um processo delicado e novo, e é normal se sentir sobrecarregada ou achar que não vai dar conta. Tente abrir seu coração e coloque seus sentimentos para fora. Caso se sinta confortável, converse com pessoas próximos como a pessoa que divide a vida com você e amigos próximos ou familiares.

Tente encontrar um momento para você: no início da nova rotina, pode parecer impossível reservar um momento para si mesma, uma vez que você pode querer dar conta de tudo sozinha e ao mesmo tempo. Porém, ter esse autocuidado e tentar reservar pelo menos uma horinha do dia para você realizar atividades relaxantes é importante para a sua saúde mental.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Baby blues está pesado? Lembre-se de procurar o médico: estima-se que até 90% das mulheres apresentam aquela melancolia no puerpério, conhecida por baby blues. No entanto, se esses sentimentos ruins persistirem ou se agravarem, é preciso avisar o médico.

A atenção do especialista é fundamental para entender o momento da mãe e avaliar o que pode ser feito, pois, além do baby blues, outro quadro comum que acomete as mulheres é a depressão pós-parto. O quadro tem tratamento e, como dito, deve ser acompanhado pelo médico. Fique atenta a sinais como: falta de interação com o bebê e fortes alterações de humor.

Confie, você é uma ótima mãe: muitas mulheres se comparam às outras e, com isso, passam a se cobrar demais, o que pode levar a um quadro de ansiedade e aumentar o estresse. Lembre-se: a grama do vizinho sempre parece mais verde, mas, no fundo, as coisas não são bem assim. Se respeite e confie que você é uma ótima mãe e está fazendo o melhor para o seu filho, afinal, não existe um jeito certo de ser mãe, existe o seu jeito.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cuide da alimentação: fornecer nutrientes em quantidade adequada para o corpo é ainda mais importante nessa fase de tantas mudanças hormonais, além da demanda da amamentação. Por isso, vale tentar congelar comidinhas para esse período - já que o tempo é escasso -, pedir ajuda de alguém para prepará-las para você, contar com o delivery ou achar seu próprio modo para facilitar esse momento.

Compartilhe com outras mães: fazer parte de um grupo de mães ajuda a passar pelo puerpério. Isso porque compartilhar as angústias e alegrias faz com que tenhamos os sentimentos acolhidos, o que proporciona mais relaxamento. Então, use e abuse da tecnologia para se conectar a outras mulheres que estão passando ou já passaram por essa experiência.

O período do puerpério dura, em média, oito semanas (42 dias), então, durante esse tempo, tente se acolher e tenha em mente que esse é um momento que vai passar em breve e acontece devido às mudanças hormonais e do próprio físico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

* Comparado aos demais concorrentes do segmento