PUBLICIDADE

Criança faz cirurgia ocular após uso excessivo de celular

De acordo com o pai da menina, o vício em tela quase a fez perder a visão

Um post se tornou viral nas redes sociais após um pai relatar a cirurgia em que sua filha, de apenas 4 anos, teve que ser submetida devido ao tempo excessivo usando aparelhos eletrônicos como o iPad e o celular.

De acordo com Dachar Chuayduang, o pai da menina, os problemas começaram quando a criança tinha apenas 2 anos de idade, após ele deixar a filha brincar com o celular enquanto ele trabalhava. Inicialmente, a criança precisou usar óculos, até que o problema se agravou, fazendo com que ela passasse por cirurgia ocular por correr o risco de perder a visão.

Foto: Facebook
Foto: Facebook

Apesar do susto, Dachar relatou que a cirurgia ocorreu bem e a menina recuperou a saúde dos olhos. Em um outro post da mesma rede social, ele deixou um alerta para outros pais: "Olhar para uma tela para crianças é um estimulante, que afeta diretamente os olhos, o humor e a concentração", conta ele.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O caso, que aconteceu na Tailândia, trouxe à tona o debate sobre o controle de tempo em que crianças podem ter em telas de forma saudável. Muitos pais como Dachar acabam optando pelo uso de eletrônicos na hora de distrair as crianças, seja para trabalhar ou para facilitar atividades do dia a dia, como dar comida, por exemplo.

Quais outros riscos do tempo excessivo em tela?

Além de problemas na visão, estudos mostram que a cada uma hora de tempo em tela, os riscos de se desenvolver doenças cardíacas fatais e não fatais aumenta em 6%, independente da idade, gênero ou histórico familiar.

A endocrinologista Andressa Soares explica que o uso excessivo de aparelhos eletrônicos também pode gerar obesidade. "As horas-tela estão associadas a mecanismos obesogênicos, que originam obesidade. Seja por aumento da ingestão de alimentos não saudáveis enquanto na frente das telas, seja por exposição a informações de alimentos pouco saudáveis nas propagandas", conta a especialista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ainda de acordo com Adriana, o tempo considerado "aceitável" em tela varia de acordo com a idade de cada um. Confira:

Saiba mais sobre os riscos do tempo em tela

Tempo em tela aumenta risco de diabetes e obesidade em crianças

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Televisão aumenta risco de obesidade em crianças até a vida adulta

Uma hora de televisão por dia aumenta risco de obesidade infantil