PUBLICIDADE

Mãe relata superação de filho prematuro: "Milagre"

Bebê que nasceu às 27 semanas sobrevive mesmo com pouca chance de vida

Uma mãe relatou através de sua página no Facebook a jornada emocionante da sua gestação. Emilly Monteiro, moradora de Igarapé-Açu, no estado do Pará, contou como seu filho superou as expectativas médicas e sobreviveu a um parto prematuro, feito com 27 semanas de gravidez, e uma hemorragia cerebral.

Emilly descobriu a gravidez aos 2 meses de gestação. De acordo com ela, a maior parte da gravidez foi tranquila, sem alguns sintomas comuns, como enjôos e vômitos. Ela ainda relata que seus exames pré-natal foram feitos em dia, não apontando nada de anormal.

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Porém, na 25ª semana de gestação, Emilly acordou pela manhã sentindo que estava perdendo líquido. Quando se dirigiu até o hospital, o médico a transferiu imediatamente para a Santa Casa, pois ela estava entrando em trabalho de parto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os médicos tentaram adiar o parto, mas a quantidade de líquido perdido por Emilly já era muito alta. Ela foi submetida a uma cesária de emergência e foi informada que o parto era de alto risco, tanto para ela quanto para seu bebê.

"Quando eu entrei [na sala de parto] o médico me disse para eu ser forte, que o meu bebê já estava quase sem vida e que ele era muito pequeno, que eu não iria ver e nem pegar ele no colo", relata Emilly.

O bebê, chamado Anthony, foi internado logo após seu nascimento, respirando através de aparelhos e precisando da ajuda de sonda para se alimentar. Ele estava com uma hemorragia na cabeça, que logo evolui de grau 2 para grau 4.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Contrariando as expectativas médicas, o pequeno Anthony evoluiu após a equipe do hospital o colocar no colo da mãe. Entenda a importância do contato pele a pele para prematuros. Ele conseguiu, enfim, respirar sozinho, e foi transferido da UTI (Unidade de tratamento intensivo) para a UCI (Unidade de Cuidados Intensivos), onde ficou por 8 dias.

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Apesar da evolução de Anthony, a fonoaudióloga da Santa Casa afirmou que ele não seria capaz de mamar. Quando seu peso atingiu 1.900 kg, o bebê finalmente recebeu alta, indo para casa pela primeira vez após 3 meses do seu nascimento.

Emilly conta que, superando mais uma vez todas as expectativas, Anthony começou a mamar. Hoje, o bebê segue evoluindo e crescendo de forma saudável.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook

Quais são os sintomas do parto prematuro?

Quando a gestante entra em trabalho de parto prematuro o corpo manifesta alguns sintomas. Se você manifestar esses sintomas antes da 37ª semana de gestação é imprescindível ir para o hospital.

Mais sobre gravidez

Desvende nove mitos sobre o parto

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entenda como saber se é uma gravidez de risco

Saiba quais são os exames pré-natal