PUBLICIDADE

Novo dispositivo promete "prever" complicações na gravidez

Aparelho testado nos EUA pode identificar possíveis situações de risco para mãe e bebê através do nível de oxigênio na placenta

Um aparelho não invasivo capaz de identificar complicações na gestação está sendo desenvolvido por cientistas do National Institutes of Health, nos EUA. O dispositivo, de acordo com os pesquisadores, poderá "antecipar" o diagnóstico de quadros que colocam em risco a vida da gestante e do bebê.

Ao ser colocado em contato com o abdômen da grávida, o dispositivo promete detectar os índices de oxigênio do órgão materno fetal com a ajuda de luz infravermelha. Com as informações coletadas pelo aparelho, médicos ou equipes de saúde que realizam o pré-natal poderão tomar medidas que visam preservar a gestação.

O estudo que testou a eficiência do aparelho contou com a participação de 12 gestantes que estavam no terceiro trimestre de gravidez e foram diagnosticadas com placenta anterior.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A condição, que não está relacionada com possíveis complicações na gravidez, diz respeito à posição onde a placenta se fixou após a fecundação, podendo ser anterior (mais próxima ao umbigo da mãe) ou posterior.

A escolha por esse grupo específico de gestantes não foi ao acaso. Isso porque as luzes infravermelhas não são capazes de alcançar a parte de trás do útero, portanto, foi fundamental optar pelo perfil de mulheres com placenta anterior.

Desta forma, de acordo com os pesquisadores, monitorar os níveis de oxigênio da placenta continuamente pode ser uma maneira de avaliar a saúde materna e fetal. "Entretanto, o tamanho da amostra utilizada neste estudo é considerado pequeno. Mais pesquisas com mais participantes precisam ser conduzidas para dizer que essa correlação é confiável", destacaram os cientistas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cuidados no pré-natal

Por ora, a recomendação é que todas as gestantes façam o acompanhamento do pré-natal como forma de prevenir e diagnosticar possíveis complicações na gravidez. Além das consultas periódicas, a realização de exames gestacionais também é fundamental nesta etapa.

Enquanto a maioria das consultas acontecem mensalmente, as análises laboratoriais costumam ser mais divididas entre os trimestres e os ultrassons respeitam melhor a divisão das semanas. Entre os principais testes realizados na gestação, estão:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)