PUBLICIDADE

Conjuntivite em bebê: sintomas e como tratar

Trocar toalha, lençol e fraldas de pano diariamente pode evitar a conjuntivite em bebês

O que é conjuntivite?

A conjuntivite é uma inflamação do tecido delicado que recobre os olhos, chamada conjuntiva. Essa inflamação, quando não tratada corretamente, pode causar complicações sistêmicas graves, principalmente em bebês e crianças pequenas.

"O ato de coçar os olhos continuamente pode levar a deformações na córnea e predispõe à infecções", ressalta a pediatra Lílian Cristina Moreira, membro da Sociedade Brasileira de Pediatria.

Dessa forma, a causa da conjuntivite em bebê deve ser investigada e tratada imediatamente para evitar possíveis complicações ao pequeno.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Causas

Os principais tipos de conjuntivites em bebês e crianças são:

De acordo com a pediatra Tatiana Rocha, especialista da DaVita Serviços Médicos, no caso de bebês recém-nascidos, a causa pode ser a chamada conjuntivite química neonatal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Ela surge nas primeiras 24 horas de vida e é causada por uma reação ao uso do colírio nitrato de prata 1%, usado nos bebê ao nascer para prevenção da conjuntivite gonocócica, outra causa de conjuntivite no recém-nascido", explica.

Além disso, durante o parto pode ser transmitido infecções bacterianas ou virais que podem ser consideradas causa de conjuntivite em bebês. Já os maiores geralmente têm como causa viral, bacteriana ou alérgica.

Sintomas

Os sintomas mais comuns de conjuntivite em bebês são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Foto: Ink Drop/Shutterstock
Foto: Ink Drop/Shutterstock

Por isso, quando notar algum destes sintomas no bebê, procure um médico pediatra ou oftalmologista para que o melhor tratamento seja iniciado brevemente. Confira alguns abaixo.

Tratamento para conjuntivite em bebê

O tratamento indicado pelo médico vai depender da causa principal da inflamação, podendo variar entre o uso de colírios antibióticos, pomadas, higiene ocular e antibióticos de amplo espectro intramuscular ou endovenoso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Conjuntivite viral: normalmente este tipo apresenta sintomas associados, como espirro, coriza, tosse, obstrução nasal e até febre. "Compressas frias e lavagem dos olhos com soro fisiológico são medidas que ajudam e a cura acontece espontaneamente", indica a pediatra Lílian Cristina Moreira.

Conjuntivite bacteriana: há maior produção de secreção amarelada. "Geralmente, o tratamento é feito com colírios ou pomadas de antibiótico", afirma Lílian.

Conjuntivite alérgica: o uso de antialérgicos via oral e compressas frias na maioria das vezes pode resolver o problema.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Na suspeita de conjuntivite, deve sempre levar ao médico para uma avaliação e nunca usar colírios ou outros remédios por conta própria", recomenda a pediatra.

Como prevenir a conjuntivite em bebê

Segundo a pediatra Tatiana Rocha, são essenciais os cuidados com a saúde da gestante, pois podem prevenir a transmissão de infecções no parto. Também é importante a cautela com a higiene ocular do bebê, a fim de prevenir a conjuntivite.

"Toalha, lençol, fraldas de pano, devem ser trocados diariamente. Bebês maiores devem ser afastados da creche até resolução do quadro. Atenção aos sinais de alerta que indicam potencial piora do quadro: inchaço e vermelhidão das pálpebras, febre, irritabilidade e vômitos", completa a especialista da DaVita Serviços Médicos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fontes: