PUBLICIDADE

Queloides e cicatrizes hipertróficas ameaçam a saúde da pele

Pessoas com a pele negra e orientais correm mais risco de enfrentar o problema

Queloides e cicatrizes hipertróficas são decorrentes de uma cicatrização anormal da pele que ocorrem em pacientes predispostos. Estas alterações ocorrem devido a uma resposta de cicatrização exuberante, ou seja, o corpo produz uma quantidade de cicatriz maior que o necessário. Pacientes que tem um risco maior de formação de queloide são os de pele negra e os orientais, mas não significa que paciente de pele branca não poderá formar queloides. Os locais mais comuns de aparecimento de queloides e cicatrizes hipertróficas são região esternal (osso que fica na frente do tórax), ombros, braços e orelhas.

Geralmente essas alterações aparecem após queimaduras, traumas, cicatrizes cirúrgicas, perfuração de orelha, peercing, e ate após picada de insetos. Muitas vezes pode ser evitar a formação dos queloides com a utilização antecipada de curativos de silicone, não deixar tensão quando se faz uma cirurgia ou injeções de corticóide. Mas mesmo tomando todos esses cuidados, podem surgir as cicatrizes hipertróficas e queloides. Uma vez que apareçam os queloides e cicatrizes hipertróficas, esses são difíceis de tratar, com uma alta taxa de recorrência, independentemente do tratamento.

Problema atinge pessoas de pele negra e orientais

Existem alguns tipos de lasers que podem ser tentados no tratamento destas alterações, como o laser Genesis, e o Laser Lux, também pode-se tentar o uso de corticóide aplicadono próprio queloide. Existe também a crioterapia, ou seja, o tratamento com nitrogênio líquido que faz baixas temperaturas no local, que deve ser usada para pequenas lesões. A cirurgia para remoção de queloides tem um risco elevado de recorrência. Pode ser usado apos cirurgia, irradiação local, ou injeção local de alguns medicamentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)