PUBLICIDADE

18 dicas protegem o corpo de micoses durante o verão

Calor e umidade aumentam as chances de micoses nessa estação

Assim como em meu último artigo, pretendo abordar algumas doenças bastante comuns no verão. O calor, o sol, a umidade, a tendência pessoal e até mesmo a mudança nos hábitos de higiene durante as tão desejadas férias, que nos levam ao convívio em ambientes diversos facilita o desenvolvimento de algumas doenças, entre elas as micoses ("pano branco", outros tipos de micose de pele e unhas), desencadeamento do herpes simples, infecções dos pelos (foliculites), queimaduras por "plantas" e parasitoses.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O "pano branco" ou a pitiríase versicolor, pode se apresentar como manchas brancas no corpo, especialmente no pescoço, ombros, costas, peito e pode progredir para o abdômen e raramente para a raiz das coxas. Essas manchas podem ter cores diferentes, como marrom, rosa, vermelho e por isso é chamado versicolor.

Muitas vezes o paciente percebe tais feridas apenas no verão quando ele se expõe ao sol. As áreas com micose não bronzeiam, primeiro pela presença da própria micose como por produtos que o fungo "libera" e somente então o paciente percebe que apresenta a lesão. Por isso, chamamos esse tipo de irritação também de micose de praia ou da piscina. Esta variedade extremamente comum deve ser tratada de preferência antes da exposição solar, já que após o bronzeamento, a pele precisa de um maior tempo para que sua cor se torne homogênea.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Toalhas usadas por mais de uma pessoa ou mal lavadas, equipamentos profissionais como botas, luvas, roupas ou calçados de outras pessoas, tesouras e lixas são outros focos de micoses.

Com relação à micose, é importante observar a higiene dos animais domésticos, chuveiros de clubes, lava-pés das piscinas, saunas, ou ao andar descalço em qualquer outro tipo de piso úmido ou público. Toalhas usadas por mais de uma pessoa ou mal lavadas, equipamentos profissionais como botas, luvas, roupas ou calçados de outras pessoas, alicates de unhas e de cutículas, tesouras e lixas de unhas são outros focos de micoses caso não estejam esterilizados.

Separei algumas medidas higiênicas simples que ajudam no processo de cura e previnem a infecção das micoses em geral:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Micose do corpo:

Micose dos pés:

Micose das unhas: