PUBLICIDADE

Desmaios frequentes podem denunciar a síndrome vasovagal

Problema acontece quando o coração desacelera os batimentos rapidamente

Alguma vez quando você levantou rápido da cama e sentiu tontura, fraqueza, reparou que a visão ficou escura e teve certeza de que ia desmaiar? Teve de sentar, esperar melhorar e depois levantou de novo como se nada tivesse acontecido? Isso acontece porque o corpo não estava preparado para manter sua pressão arterial alta o suficiente a ponto de seu cérebro receber todo o oxigênio que precisa. Quando você se senta ou espera um pouco parado, seu corpo fez com que os vasos sanguíneos contraíssem discretamente e aumentou a frequência de batimentos do seu coração, aumentando o fluxo sanguíneo e compensando assim uma falta de sangue relativa - como resultado, você se sente bem.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Há também aqueles que sentem essa tontura em situações que o sistema nervoso autônomo sofre extremo estresse. Esse sistema é uma área do cérebro responsável por regular da pressão, a frequência cardíaca, a contração dos vasos... Enfim, tudo que o cérebro faz para o corpo funcionar sem você notar . Agora imagine que você ficou de pé numa fila por cinco horas, parado, suando no calor do centro da cidade, e umas onze da manhã você se lembra de que esqueceu o café da manhã. Todo o seu sangue foi para as pernas, que não se mexem e vão acumulando esse líquido. Desidratado, seu coração tenta compensar a falta de liquido com aumento da frequência e contração dos vasos, até que ele começa a bater em uma frequência maior do que a do que a quantidade de sangue que chega. Nesse momento, seu coração nota que está batendo "a seco". Ele então desacelera e relaxa o tônus desses vasos sanguíneos pra deixar o sangue chegar em maior quantidade, bem na hora que você precisava desse coração batendo para manter sua pressão alta e continuar em pé. Como consequência, você desmaia.

A síndrome vasovagal é o resultado de um reflexo exagerado do corpo, feito para preservar o fluxo de sangue em caso de hemorragia ou desidratação, que em última analise leva ao efeito oposto

Isso é a descrição do que acontece com várias pessoas no mundo, e é a principal causa de desmaios em qualquer faixa etária, principalmente nos jovens. A síndrome vasovagal, também chamada de síndrome neurocardiogênica, é o resultado de um reflexo exagerado do corpo, feito para preservar o fluxo de sangue em caso de hemorragia ou desidratação, que em última analise leva exatamente ao efeito oposto: baixo fluxo cerebral, tonturas, hipotensão, desmaios (síncope) ou quase desmaios (pré-síncope ou lipotimia).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como eu sei se tenho a síndrome?

O que pessoas comuns só apresentam em situações de extremo estresse, pessoas com síndrome vasovagal (SVV) apresentam em situações cotidianas, como após refeições, ao ver sangue, na fila do banco ou cozinhando. Os desmaios são menos frequentes do que as sensações de quase desmaio, tonturas ou mal estar - que acontecem o tempo inteiro.

Pessoas com desmaios de inicio recente ou que mudaram as características (se tornaram mais precoces, sem causa aparente, mais frequentes ou com trauma) devem se submeter a exame médico, eletrocardiograma e a critério do medico que os examinou, holter 24 horas e ecocardiograma. Quando todos estes exames são normais, o risco de doença cardíaca grave é mínimo, desprezível, igual ao de quem não sente nada. O teste de inclinação (tilt test) pode ajudar no diagnostico de casos que fogem do comum. O exame deixa a pessoa de pé por 40 minutos e mede a pressão arterial e a frequência cardíaca continuamente para ver como se comportam.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Isso tem cura?

O tratamento principal é aumentar muito a ingesta de líquidos, evitar desidratantes (como álcool ou diuréticos), fazer exercícios com as pernas (para fortalecer a musculatura e evitar represar sangue ali) e reconhecer os sintomas que geralmente acontecem antes do desmaio. Assim, se começou a sentir algo estranho, o ideal é se deitar com as pernas elevadas apoiadas em alguma coisa, e espere passar. Depois, vá até a geladeira mais próxima e beba uns dois copos de água. Com achegada do verão, esses eventos são mais comuns, logo, beba muitos líquidos pra prevenir a desidratação. Manobras de contrapressão (como fechar as mãos com forca e agachar) podem aumentar a pressão e abortar o reflexo. Raramente é necessário uso de medicações.

Pessoas que tomam várias medicações, especialmente em idosos, podem ter beneficio com reajuste ou troca dos remédios que toma. Nesses casos a queda da pressão é gradual, e dependente do tempo que a pessoa fica de pé. A síndrome do vasovagal é um problema benigno, e para evitar sintomas indesejáveis é bom que essas medidas sejam feitas sempre!