PUBLICIDADE

Homeopatia para sinusite leva em conta conjunto de sintomas

Local da dor e coloração do muco podem definir a escolha do medicamento

Tenho comentado sobre homeopatia e afirmado que qualquer pessoa pode se beneficiar com seu uso. Não existem contra indicações, mas lembrar sempre que a eficácia do tratamento depende da reatividade e da condição clínica do paciente. Existe diferença de reatividade entre um bebê, uma criança em fase escolar, um adulto e um individuo após os 60 anos. Cada qual reage como a sua energia permite, então uma criança que faz um episódio agudo (otite/ pneumonia/ amidalite) com certeza ao ser medicada vai voltar sua saúde em carga máxima. O mesmo não acontece com um adulto e menos ainda na fase senil. Não falei de bebês por que em algumas situações são muito frágeis: condições de gestação, nascimento, amamentação, antecedentes familiares.

Sinusite é um processo inflamatório da mucosa que reveste a cavidade nasal e os seios paranasais, então desta forma é fácil compreender que os sintomas principais estão ligados a questões respiratórias: obstrução nasal, gotejamento nasal, dor facial e dor de cabeça.

Falando mais um pouco da sinusite, os seios da face são bem visualizados a partir dos seis anos, segundo Prof. Dr. Marcos Valente, responsável pelo serviço de radiologia do Instituto da Criança HC USP. Sinusite é muito mais um diagnóstico clínico: febre, secreção esverdeada ou sanguinolenta, halitose. O raio-x é um "exame complementar" e como elemento isolado não dá diagnóstico. Devemos evitar nas crianças pelo risco do excesso de radiação e não deve ser realizado antes dos quatro anos de idade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em homeopatia, associamos outros sintomas para poder dar a cada paciente o "medicamento para a sua sinusite":

Então, as variantes são inúmeras. Na escolha de um medicamento vamos levar em conta os sintomas mais marcantes. Veja dois exemplos de quadros comuns da sinusite:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Estes dois quadros clínicos que descrevi representam dois medicamentos de grande uso. Com esta descrição podemos entender quantos sintomas devemos avaliar e por que não podemos usar o mesmo medicamento em todos os casos diagnosticados como sinusite.

A escolha do medicamento é baseada na "Lei da Semelhança". O medicamento escolhido deverá ter, durante sua experimentação, sintomas semelhantes ao quadro do paciente. Quer um exemplo fácil? Descascando uma cebola, nós apresentamos lacrimejamento, ardor nos olhos, secreção nasal clara e abundante. Isso é uma experimentação, e se encontrarmos um paciente com esses sintomas vamos usar essa avaliação para tratamento. Lógico, temos cerca de dois mil medicamentos e o número de experimentações e combinações é imenso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ao tratamento sempre devem ser associadas medidas gerais como lavagem nasal para remoção de secreções, tomar muito liquido, repouso. Pode ser associada alopatia sempre que a situação pedir, afinal, não existe em medicina uma única verdade. Sempre utilizar os melhores recursos que cada adoecimento pede.