PUBLICIDADE

Os benefícios da eutonia para o coração

A prática ideal para pacientes cardiovasculares

Dialogar com o nosso próprio corpo é o que propõe a Eutonia, uma terapia pedagógica que permite ao indivíduo descobrir recursos internos que o ajudem a alcançar uma maior consciência corporal e expandir sua sensibilidade.

Essa prática corporal desenvolve a flexibilidade e auxilia na adaptação e equilíbrio das tensões dos diferentes tecidos do corpo, tornando-os adequados às atividades cotidianas.

A Eutonia existe há mais de 50 anos e, agora, está sendo mais divulgada entre nós.

Esta técnica é uma importante ferramenta para auxiliar os médicos na recuperação de pacientes cardiovasculares e/ou em processo pós-operatórios. Mas como é que o auto-conhecimento do nosso corpo pode auxiliar os cardiologistas nestes tratamentos?

O que ocorre é que a técnica proporciona uma melhora importante na qualidade de vida destes pacientes.

Nos casos pós-operatórios, ela notou uma melhora da capacidade respiratória devido a diminuição dos receios de movimentar espontaneamente a caixa torácica. Percebeu também que eles adquirem confiança na realização dos movimentos realizados com consciência do espaço interno.

Aprendendo a ficar atentos as reações do corpo e suas funções, especialmente no que se refere ao coração e a respiração, o estado emocional destes pacientes ficou mais equilibrado, contribuindo para o melhor desempenho das funções cardíacas.

Tomando consciência do próprio corpo, os pacientes passam a observar suas emoções e reações aos estímulos externos, gerando ações harmônicas e equilibradas. Estes pacientes retomam a flexibilidade e fluidez dos movimentos, assim como a autoconfiança, autonomia e a vontade de viver. A Eutonia traz inúmeros benefícios para o indivíduo que a pratica, como a melhora das funções orgânicas, o aumento da capacidade respiratória, o restabelecimento do livre fluxo da circulação sangüínea e linfática, uma melhora na qualidade do sono, a diminuição dos sintomas provocados pelo estresse e estados depressivos, a desaceleração do processo de envelhecimento, assim como dos degenerativos e dolorosos, entre outros.

As aulas, orientadas por um Eutonista, são recomendadas tanto aos pacientes cardiovasculares e público geral, quanto aos próprios médicos cardiologistas. A prática inclui a utilização de objetos auxiliares tais como sementes, bambus, bolinhas, etc, usados na observação das ações e reações do corpo. A prática pode ser realizada individualmente ou em grupos.

Para pacientes cardiovasculares as práticas em grupo são mais recomendadas, pois ao compartilharem suas vivências eles vão estimulando uns aos outros, desta forma, os resultados aparecem mais rapidamente.

Mais informações sobre a técnica podem ser encontradas no site: www.eutonia.org.br

Ana Quezada é eutonista

Aulas práticas

Para quem quiser saber mais, dou aulas de Eutonia tanto para profissionais quanto para interessados em 3 cidades do Estado de São Paulo: Piracicaba, São Pedro e São Paulo capital.

As aulas e turmas são em vários horários e dias da semana, com cargas horárias curtas, para que ninguém fique de fora.


Para mais informações ou se inscrever em algum dos cursos, os interessados podem entrar em contato com o telefone:
(19) 3422-7096 ou pelo e-mail: contato@maquinadecomunicacao.jor.br