PUBLICIDADE

7 causas comuns para coceira no couro cabeludo

Não é só piolho ou falta de lavagens! Estresse e alergias também são causas comuns deste sintoma

Não tem nada que dê mais impressão de sujeira do que aquela coceira do couro cabeludo. Além de incômoda, parece que o cabelo não foi lavado corretamente.

Por mais que seja normal coçar a cabeça de vez em quando (mesmo que por reflexo!), às vezes esta coceira pode estar relacionado a algum problema de saúde, como caspa, piolhos e até estresse!

Se você anda coçando muito seu couro cabeludo, veja o que pode causar a sua coceira:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Caspas

A caspa, ou dermatite seborreica, é uma velha conhecida quando se fala em coceira no couro cabeludo. Ela é a descamação aumentada do couro cabeludo, que faz com que os "floquinhos" brancos apareçam. A caspa é causada por diversos fatores e está muito relacionada a um aumento da oleosidade na região.

A dermatologista e tricologista Juliana Annunciato, especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Clínica Essenza, explica que a pele é trocada a cada 21 dias,o que gera uma descamação normal e que não é notada. ?Quando há um problema, essa descamação se acumula, o que gera a caspa", explica a especialista.

Mas a boa notícia é que ninguém precisa viver com caspa para sempre. É possível acabar com a caspa com mudança de hábitos ou tratamentos específicos. Veja aqui como eliminar a caspa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Piolhos

O terror das mães de crianças, das escolinhas, dos cabeleireiros é uma das maiores causas de coceira no couro cabeludo são os piolhos. Eles são pequenos insetos que se multiplicam rapidamente e o seu tipo mais comum vive no couro cabeludo, nas sobrancelhas e até nos cílios.

A pessoa contrai piolhos ao entrar em contato com o inseto ou seus ovos, também chamados de lêndeas. Elas ficam no cabelo e podem ser confundidas com caspas, mas a principal diferença é que elas não podem ser escovadas facilmente para fora dos fios. Sensação de movimento nos cabelos e pequenas saliências no couro também são sintoma de piolhos.

"No tratamento dos piolhos podem ser usados xampus, loções ou até remédios orais, avaliados caso a caso. Os xampus também podem gerar uma dermatite de contato por serem irritativos, justamente por isso é necessária a avaliação", diz Aline Marcassi, dermatologista do Amato Instituto de Medicina Avançada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fungos

Fungos e micoses no couro cabeludo são mais comuns em crianças do que em adultos e causam descamação e coceira em lugares específicos, como o couro cabeludo. Ficar com os cabelos molhados também pode ajudar na proliferação dos fungos por causa do ambiente úmido.

Segundo explica a dermatologista Aline, o ideal é que se faça um exame micológico de cultura, que descobrirá qual o tipo de fungo está ocasionando a coceira e será receitado o tratamento específico para combatê-lo - normalmente comprimidos e xaropes antifúngicos.

Também é importante ressaltar que alguns fungos, como o malassezia, podem ocasionar a caspa, que por sua vez também provoca coceira no couro cabeludo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Alergias

São diversos os fatores que podem ocasionar alergias no couro cabeludo que acabam por provocar coceiras. Tintura, procedimentos como escova progressiva, relaxamento e até produtos mais simples como cremes podem ocasionar alergias.

"Em resumo, tudo o que se passa no couro cabeludo e arde, vai causar descamação", diz Juliana. No caso de alergias, é importante primeiro descobrir o que está causando essa reação, e então suspender seu uso para evitar novas crises.

"Quando não é possível descobrir pela história clínica, é feito o teste de contato, em que diversos alérgenos possíveis são colocados nas costas do paciente?, explica Aline. Sabendo que substância está causando o problema, é mais fácil eliminar seu uso e assim acabar com a coceira e outros sintomas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Para tratar a fase ativa da alergia é necessária avaliação médica e, normalmente, há indicação de uma das formas de corticoides", completa a especialista.

Lavagem ineficiente

Tudo o que diz respeito a lavagem dos fios pode provocar coceira no couro cabeludo, desde a temperatura da água, a forma de lavar e o produto que se usa, e até a forma de secar ou não o cabelo.

A cabeleireira Isabella Morado, do Takamy Hair, ensina algumas dicas:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo explica a dermatologista Juliana, o ideal é que os cabelos sejam lavados um dia sim e no outro não, no máximo a cada dois dias para evitar a coceira.

Caso a lavagem não retire todos os resíduos do cabelo também pode haver coceira no couro cabeludo, por isso a dermatologista Aline também recomenda a limpeza com xampus anti-resíduos uma vez por semana ou a cada 15 dias a fim de remover mais profundamente essas impurezas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Estresse

O estresse também pode causar coceira no couro cabeludo e outras regiões do corpo, mas ainda não se sabe ao certo a razão. Acredita-se, segundo explicam as dermatologistas, que a sensação esteja relacionada aos mediadores inflamatórios do corpo, como a cortisona.

Mas é importante entender que o estresse pode acentuar uma coceira que a pessoa já sente, assim como outras manias que tenha, como roer unhas.

Nestes casos é importante fazer atividades que minimizem o estresse, como exercícios físicos e investir em momentos de lazer, assim como procurar ajuda de um psicólogo. Veja sete técnicas para relaxar em 60 segundos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Doenças

Muitas vezes a coceira no couro cabeludo pode ser um sinal que há algo errado no organismo como um todo. "Hipotireoidismo pode causar ressecamento da pele no geral, o que provocaria coceiras, assim como as doenças hepáticas e renais, que por muitas vezes impedem a eliminação de substâncias que provocam o sintoma", explica a dermatologista Aline.

Logo, quando a pessoa com estas doenças e apresenta muita coceira no couro cabeludo, pode ser um sinal de que o seu quadro está descontrolado e é preciso procurar o médico. Se estiver controlado, pode ser o caso de ajustar as doses dos medicamentos ou buscar por outras causas.

Suor em excesso, a hiperidrose, também pode ocasionar coceira no couro cabeludo, uma vez que aumenta a umidade no local. Nestes casos, converse com o dermatologista sobre as técnicas que podem ser usadas para tratar o problema e aumentar sua qualidade de vida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)