Depressão: ator Jim Carrey comenta sua luta contra a doença | Minha Vida
PUBLICIDADE

Depressão: ator Jim Carrey comenta sua luta contra a doença

A Organização Mundial de Saúde alerta que o transtorno atinge mais de 300 milhões de pessoas no mundo

Em entrevista recente ao jornal britânico I News, o ator e comediante Jim Carrey revelou que continua lutando contra a depressão. Segundo ele, atualmente, a doença não dura tempo suficiente para sufocá-lo, mas ainda está ali. "Eu tive [depressão] por anos, mas agora quando a chuva chega, chove, mas não permanece. Ela não fica mais o tempo suficiente para me sufocar e me afogar.", afirmou.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O ator, que estrelou sucessos como "O Máscara" (1994), "Ace Ventura" (1994) e "O Show de Truman" (1998), foi diagnosticado em 2004, quando assumiu publicamente que sofria com a depressão. Na ocasião, Jim Carrey chegou a comentar que a doença é muito variável: "Há picos e vales, mas eles são sempre cavados e suavizados para que você sinta um permanente desespero e fique sem respostas, mesmo que viva bem", disse.

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que mais de 300 milhões de pessoas vivem com depressão e, até 2030, a doença será a mais comum no mundo, atingindo mais pessoas do que qualquer outro problema de saúde, incluindo câncer e doenças cardíacas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como o próprio Jim Carrey afirmou, a depressão é silenciosa e muitas vezes outras pessoas não enxergam o fato. "Você consegue sorrir quando está no trabalho, mas continua em um baixo nível de aflição.", contou.

Apesar da resistência que muitos pacientes apresentam para procurar ajuda, a OMS alerta que é essencial falar sobre o problema e procurar o melhor tratamento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)