PUBLICIDADE

Dificuldade para engravidar: entenda causas e como reverter o problema

Avaliação com especialista em fertilidade pode oferecer muitas alternativas para quem tem o sonho de ter um filho

A palavra "infertilidade" carrega muitos tabus, mitos e temores que nem sempre têm relação com a realidade. Por isso, uma consulta com um especialista em fertilidade é fundamental para desmistificar o problema e oferecer alternativas para quem deseja realizar o sonho de ter um filho biológico.

Em primeiro lugar, portanto, é preciso entender que problemas relacionados à fertilidade não precisam ser encarados como um ponto final no sonho de ter uma criança - muito pelo contrário. Estima-se que 15% dos casais da população mundial tenham dificuldades para engravidar1, ou seja, é uma situação muito mais comum do que se imagina.

Ainda assim, a maior parte deles (de 85 a 90% dos casos) consegue engravidar recorrendo a métodos tradicionais, com medicamentos e cirurgia2. A orientação pode variar de acordo com o perfil do casal ou da mulher que tenta uma gestação independente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Casal com sapatinhos de bebê
Casal com sapatinhos de bebê

Informações e dados deste tipo podem ser encontrados no site Fertilidade no Meu Tempo, que traz conteúdos sobre perfis de tratamento, vídeos, indicações de especialistas, depoimentos e outros materiais de apoio.

Afinal, o que é infertilidade?

O diagnóstico de infertilidade conjugal é definido como a ausência de gravidez depois de 12 meses de relações sexuais sem uso de métodos anticoncepcionais3. Esse intervalo de tempo é importante porque indica a necessidade de procurar assistência médica para uma avaliação3. Mas em algumas situações esse tempo é menor; para mulheres que tem mais de 35 anos de idade, o diagnóstico é confirmado após seis meses de tentativas sem proteção3 .

Casais com suspeitas de alterações de saúde, como no caso de menstruações irregulares, Síndrome dos Ovários Policísticos, endometriose, câncer, infecção pélvica prévia, gestação ectópica anterior ou vasectomia também são aconselhados a buscar um especialista para entender de que forma podem planejar uma gestação e preservar a fertilidade3.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Independentemente do diagnóstico ser confirmado no homem ou na mulher, é muito importante entender que nenhuma das partes merece ser culpabilizada pela dificuldade para engravidar e lembrar que existem alternativas para reverter essa situação. Portanto, é o momento de investir na parceria e descobrir um caminho que atenda aos anseios de ambos.

Sapatinhos de bebê - Foto: Shutterstock
Sapatinhos de bebê - Foto: Shutterstock

No site Fertilidade no Meu Tempo, casais podem encontrar depoimentos, vídeos e outros materiais de inspiração para entender qual é a melhor alternativa de tratamento para a infertilidade, que é revertida com sucesso em muitos casos.

Principais causas

A infertilidade pode ser causada tanto por fatores femininos como masculinos. Entre os fatores femininos, estão problemas na ovulação, alterações tubárias, alterações no útero e endometriose3. Os masculinos, por sua vez, têm relação com problemas na formação, transporte ou na ejaculação dos espermatozoides3.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No lado das mulheres, a dificuldade para engravidar pode começar no processo de ovulação, quando o óvulo, que é armazenado dentro dos ovários, é liberado (isso ocorre mensalmente)3. Se esse movimento apresenta-se de forma irregular, com menstruações desreguladas que podem ou não estar associadas à Síndrome dos Ovários Poliscíticos e outras doenças, é preciso investigar3.

Paciente e médica em consulta - Foto: Shutterstock
Paciente e médica em consulta - Foto: Shutterstock

A falha também pode ocorrer no processo em que o óvulo é capturado pela tuba uterina, onde ocorre a fertilização3. Para que haja sucesso, as tubas precisam estar em perfeito funcionamento, sem obstruções, aderências ou distorções - que podem ser causadas por processos infecciosos, inflamatórios ou pela própria endometriose3.

Esta última, aliás, é uma doença comumente associada à infertilidade. A endometriose é caracterizada pela presença do endométrio, o revestimento interno do útero e onde o embrião é implantado, em locais como ovários, tubas uterinas e intestino3. Além disso, a dificuldade para engravidar pode ter relação com a presença de miomas, pólipos e malformações uterinas3.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outro fator importante que pode dificultar a gestação está relacionado à idade da mulher. Isso porque a qualidade e a quantidade dos óvulos diminui com o passar dos anos, ao contrário dos espermatozoides, que não se esgotam3. Ainda assim, existem alternativas para mulheres que desejam postergar a maternidade, como falaremos à frente.

Casal com teste de gravidez positivo - Foto: Shutterstock
Casal com teste de gravidez positivo - Foto: Shutterstock

No caso homens, a infertilidade está associada a problemas que afetam a qualidade e o transporte dos espermatozoides, como processos infecciosos, exposição a toxinas, fatores genéticos, alterações hormonais, obstrução dos ductos de transporte e varicocele, que é a presença de varizes nas veias do testículo, identificáveis em exame clínico3.

Opções de tratamento

A orientação de um tratamento sempre vai depender da avaliação individualizada dos pacientes - no caso de casais ou mães solo, por exemplo. É possível recomendar tratamentos tradicionais, com procedimentos clínicos, cirurgias e programação das relações sexuais3, por exemplo. Além deles, homens e mulheres podem se submeter a técnicas de reprodução assistida, como a inseminação artificial e a fertilização in vitro2.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As cirurgias são indicadas em casos de miomas, pólipos, malformações uterinas, alterações tubárias e endometriose, com procedimentos bem pouco invasivos3. No caso dos homens, as cirurgias podem corrigir a varicocele e reverter a vasectomia3. O coito programado, por sua vez, é uma opção de tratamento muito simples e que ajuda mulheres com problemas de ovulação3.

Reprodução assistida

Quando o casal é orientado a tentar alguma técnica de reprodução assistida, uma das opções é a inseminação artificial, quando há a injeção do sêmen processado diretamente no útero da mulher3. Outra alternativa é a FIV, ou fertilização in vitro, que atende a muitas dificuldades distintas, de endometriose à baixa qualidade do sêmen - inclusive quando a infertilidade não tem uma causa aparente2.

Óvulo sendo fertilizado - Foto: Shutterstock
Óvulo sendo fertilizado - Foto: Shutterstock

A FIV começa com a indução da ovulação, ou seja, a utilização de medicamentos para que haja a maturação de muitos óvulos de uma única vez3. Eles são retirados e então fertilizados com amostras de sêmen obtidas do parceiro ou por meio de doação3. Depois de serem desenvolvidos em laboratório por alguns dias, os embriões gerados in vitro são colocados no útero da mulher, para que se inicie a gestação3.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outra indicação interessante da fertilização in vitro é para mulheres que desejam postergar a maternidade, mas sem o risco de comprometer a quantidade e a qualidade dos óvulos, que, ao contrário dos espermatozoides, não se multiplicam e se esgotam, podendo impactar a gestação3.

Após a consulta com um especialista em fertilidade, a mulher pode optar por congelar apenas os óvulos ou também os embriões, que são óvulos já fecundados em laboratório por meio da FIV2. Fica à critério da mulher optar por este tipo de serviço2.

Além disso, a FIV também é orientada para mulheres que optam pela gestação independente, sem a associação de um parceiro específico2. Após a retirada e fertilização do óvulo maduro, o embrião é colocado no útero da mulher, para o começo de uma nova gestação2.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Este é mais um exemplo de que o sonho de ser mãe, pai ou construir uma família é totalmente possível graças aos muitos avanços da medicina, que têm modificado o caráter temporal da gestação em uma jornada com possibilidades de escolhas e histórias diferentes, mas sempre especiais. Consulte um especialista e escolha a melhor alternativa para o seu caso, momento e perfil.

Referências:

1. Portal Vida Fértil. Junho: Mês Mundial de Conscientização da Infertilidade. Disponível http://vidafertil.com.br/2018/06/14/junho-mes-mundial-de- conscientizacao-da-infertilidade/. Acesso em 26/06/2018 às 14:00.

2. Portal Fertilidade no Meu Tempo. Querem engravidar, mas não conseguem? Tirem aqui suas principais dúvidas sobre Fertilidade e Fertilização In Vitro. Disponível em http://www.fertilidadenomeutempo.com.br/perfil-casais.asp. Acesso em 26/06/2018 às 14:00.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

3. Portal Minha Vida. Infertilidade - Sintomas, Tratamentos e Causas. Disponível em /saude/temas/infertilidade. Acesso em 26/06/2018 às 10:00.