PUBLICIDADE

Tártaro e placa bacteriana: qual a diferença entre eles?

Eles não são iguais: entenda o impacto de cada um na saúde bucal

É normal ficar confuso e não saber muito bem a diferença entre tártaro e placa bacteriana. Afinal, qual é a semelhança e o que distingue um do outro? Saiba desde já, porém, que os dois são considerados um problema para a saúde da boca e a higiene bucal é imprescindível para impedir que eles provoquem danos aos dentes e gengivas.

Abaixo, veja a diferença entre os dois e o que fazer para prevenir!

Placa bacteriana

Sabe quando você come algum alimento e, na correria - ou por preguiça - deixa de escovar os dentes? Pois é bem nessa hora que as bactérias presentes na boca fazem a festa: elas aproveitam a oportunidade pelo fato de ainda ter restos de alimentos na boca para se reproduzirem e formarem a placa bacteriana ou, como também é conhecido, o biofilme dental.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A característica dessa placa bacteriana é que ela é transparente e pegajosa, e é formada tanto pelas bactérias como pelos açúcares. E você sabia que ela é a principal causa de cáries? É por isso que quando o dentista recomenda escovar os dentes depois de cada refeição, ele não está exagerando.

E é justamente essa placa bacteriana que, se não for removida todos os dias por meio de uma boa escovação, pode endurecer e se transformar no tártaro.

Tártaro

O tártaro, também conhecido com cálculo dental, não se forma do além, mas sim em consequência da negligência com a saúde bucal, ou seja, com a falta de escovação diária e descuido em remover a placa bacteriana. Com a falta dessa atenção, a placa bacteriana endurece e forma o tártaro, deixando aquela aparência amarelada ou até mesmo marrom na raiz dos dentes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Erra quem pensa que o tártaro é apenas um problema estético evidenciado na hora de um sorriso mais largo. O tártaro pode, sim, trazer consequências sérias à saúde bucal. E não adianta tentar removê-lo em casa, você pode acabar se machucando. Quando o tártaro já se instalou nos dentes, apenas o dentista pode removê-lo.

Além da cárie, que pode levar a danos nos dentes e até mesmo à perda deles, a gengivite, que é uma inflamação na gengiva, pode evoluir para uma periodontite e trazer sérias complicações à saúde da boca.

Isso porque as toxinas e bactérias presentes no tártaro irritam a gengiva e podem provocar essa inflamação. O resultado é uma gengiva mais sensível, que sangra com facilidade, bem como apresenta coloração mais avermelhada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A gengivite, quando não tratada, pode evoluir para a periodontite, uma doença que leva ao enfraquecimento dos ossos que sustentam o dente e, portanto, pode levar à perda dos dentes. Não deixe chegar a esse ponto e previna-se muito antes disso!

Como prevenir tártaro e placa bacteriana?

Em primeiro lugar, ter uma boa higiene bucal é fundamental. E não é difícil: basta escovar os dentes (e língua) após todas as refeições, usar fio/fita dental e complementar a limpeza com um enxaguante bucal. Isso fará com que o biofilme dental seja removido, não dando chance e tempo para que ele endureça e se transforme em tártaro.

E, claro, é possível prevenir ainda mais usando cremes dentais adequados e formulados para evitar o tártaro, como Colgate Total 12® Anti Tártaro. A fórmula conta com uma tecnologia antibacteriana avançada, que reduz em até 40% a formação do tártaro*.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além dessa ação, também protege toda a boca. O uso contínuo do creme dental Colgate Total 12® Anti Tártaro (4 semanas) faz com que os dentes, gengiva, bochechas e língua fiquem protegidos contra bactérias por até 12 horas.

O enxaguante bucal Colgate Total 12® Anti Tártaro também é aliado na hora de exterminar as bactérias. Além de proteger a boca por até 12 horas, ele também elimina até 99% das bactérias.

*vs creme dental com flúor sem ingrediente antibacteriano.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)