PUBLICIDADE

Produtos adequados tornam mais confortável o dia a dia de pessoas que têm um estoma

Entenda como a qualidade do produto interfere no bem-estar de quem vive com uma estomia

Quando uma pessoa passa por uma cirurgia que exige a criação de uma abertura no abdômen, com o intuito de produzir um caminho alternativo para a saída do intestino, ela passa a ser estomizada - ou ostomizada, termo popularmente conhecido. Com isso, o fruto da digestão dos alimentos é eliminado por esse orifício e captado por uma bolsa de estomia, ou seja, um produto que permite a coleta desses efluentes para um posterior descarte.

Para que essa coleta seja feita da melhor forma, é preciso que essa bolsa de estomia tenha boa adesão ao corpo, ou seja, impeça possíveis vazamentos. No entanto, muitas vezes acidentes acontecem: com a adesividade comprometida, os fluidos acabam escorrendo pelas bordas, o que traz desconforto e até mesmo constrangimento para a pessoa com estoma.

E é por isso que quem usa uma bolsa de estomia sabe: o produto precisa ter boa qualidade. Com isso, o bem-estar é maior em todas as atividades diárias, inclusive durante a prática de exercícios físicos, considerado justamente um dos pilares da boa saúde.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Mas, afinal, como reconhecer um bom exemplar? Alguns quesitos são importantes: a bolsa de estomia precisa ter boa adesividade e só se descolar se essa for a intenção do usuário. Além disso, é ideal que haja uma proteção contra o desencaixe acidental, além de acompanhar a curvatura natural do corpo. Com esses atributos, pessoas estomizadas têm mais qualidade de vida, podendo manter suas atividades diárias com segurança, conforto e praticidade.

E é justamente essa a proposta do lançamento da SenSura® Mio, a bolsa de estomia de Coloplast. Além de inovar na cor - há exemplares cinza e transparente, cores escolhidas que se adaptam a todos os tons de pele com discrição, inclusive sob roupas claras -, o tecido da bolsa é mais suave e proporciona conforto ao toque na pele, fazendo com o que o usuário até se esqueça que está usando. Há diferentes modelos e tamanhos disponíveis (Plana, Convex e Concave) e que oferecem a tecnologia exclusiva BodyFit®, uma base adesiva capaz de se encaixar perfeitamente em cada tipo de corpo.

SenSura® Mio protege duplamente o usuário contra vazamentos: com a adesividade ímpar que garante a fixação - mas também a remoção sem irritar a pele -, e o produto conta com a tecnologia Click® já presente na família SenSura®, que, na linha Mio, nada mais é do que um anel de travamento em formato ondulado, protegendo o usuário contra o desencaixe acidental da bolsa, e ainda permite que ela seja acoplada de forma mais fácil e segura. Por fim, o filtro circular de SenSura® Mio minimiza o estufamento causado pelos gases, uma queixa comum de pessoas que têm estomia. Esse mecanismo permite o uso confortável do produto por mais tempo, inclusive permitindo noites de sono sem interrupções.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Barreiras da estomia

É comum pacientes estomizados terem dificuldade em encontrar bolsas de estomia adequadas ao seu corpo. O custo de cada bolsa, muitas vezes, impede que produtos com tecnologia de ponta cheguem a todos os públicos. Além disso, quem tem estomia ainda enfrenta preconceito, tanto pelo desconhecimento da condição por outras pessoas, como pela falta de empatia. Atualmente, estima-se que o Brasil conte com aproximadamente 120 mil pessoas estomizadas.

E é por isso que Coloplast, empresa detentora de SenSura® Mio, está trabalhando para incluir o produto nos principais programas de dispensação públicos e privados, além de ter lançado a campanha "Minha estomia não me define". O propósito é desconstruir tabus acerca do procedimento e mostrar que a bolsa de estomia não deve ser, de nenhuma maneira, um limitador na vida. Incentivando pessoas a contarem histórias de superação, a campanha visa motivar e empoderar os usuários.

"Os estomizados são capazes de levar uma vida comum, apesar das limitações. Somos testemunhas do quanto a cirurgia de estomia salva vidas e como assumir o uso da bolsa representa um agradecimento à nova condição de saúde", reforça Luiz Tavares, Diretor Geral da Coloplast, que complementa: "Nosso papel aqui é promover a melhor qualidade de vida possível a todos esses usuários, com produtos adequados às suas necessidades e atendimento humanizado".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)