PUBLICIDADE

Farpa no dedo: como tirar e o que acontece se ficar na pele

A farpa pode causar muito incômodo e até infecções, portanto é importante fazer sua extração com segurança e higiene

É muito comum sentirmos um incômodo ou até mesmo uma leve dor no dedo após manusear um objeto de madeira. Isso acontece porque, provavelmente, uma lasca pequena e pontiaguda de madeira, a farpa, entrou na pele do dedo.

Geralmente, por ser um pedaço pequeno e fino de madeira, a farpa pode entrar com muita facilidade na pele, perfurando a camada externa, a epiderme. Além disso, muitas vezes podem não ser notadas.

Como tirar uma farpa?

De acordo com Franklin Veríssimo, especialista e pós-graduado em Laser, Cosmiatria e Procedimentos, primeiramente "é fundamental esterilizar objetos e limpar as mãos e a região ferida com álcool 70".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Se possível, a farpa pode ser retirada com uma pinça esterilizada ou fita adesiva. Das duas maneiras, a farpa é extraída ao ser puxada da pele. Caso esses métodos não funcionem, "o próprio organismo vai querer expulsá-la", explica.

O que acontece se não tirar a farpa?

Normalmente, o corpo pode expelir a farpa de forma natural, através da renovação da pele. Porém, de acordo com Veríssimo, "o problema é a farpa estar contaminada por fungos ou bactérias. Com isso, pode gerar infecções".

Caso esteja contaminada, a farpa causará uma infecção no local da ferida, podendo causar mais dores e até sangramento na pele e febre nos piores casos. Além disso, dependendo da gravidade da lesão e da contaminação da farpa, doenças como tétano e abscessos podem ser provocadas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para evitar uma inflamação, é essencial limpar a área ferida com água e sabão, além de esterilizar qualquer material que seja utilizado para a extração da farpa. Se ela continuar na pele e causar uma inflamação, o ideal é procurar ajuda médica nas primeiras 48 horas para evitar uma piora do caso.

Leia mais

Cuidados com a pele no inverno: trate 9 problemas

Esfoliação facial: por que adicionar esse passo na sua rotina?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Você respira pelo nariz? Aprenda a respirar melhor