PUBLICIDADE

5 hábitos que prejudicam sua saúde bucal e até provocam mau hálito

Existem algumas atitudes que parecem inofensivas, mas podem danificar os dentes, a gengiva e até mesmo a língua

*Conteúdo Patrocinado

Cuidar da saúde bucal é uma tarefa diária e essencial, tanto para manter o hálito sempre fresco quanto para evitar doenças e problemas na boca. Entretanto, existem alguns hábitos comuns que podem passar uma falsa sensação de higiene - e acabam prejudicando os dentes, a gengiva e até mesmo a língua, aumentando as chances de cáries, mau hálito e gengivite, por exemplo.

Pensando nisso, listamos cinco atitudes que não devem fazer parte da sua rotina de higiene bucal. Confira:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Usar palito de dente

Provavelmente, você já usou ou viu alguém usando um palito de madeira para tentar retirar restos de alimentos presos entre os dentes. Apesar de comum, essa prática é bastante danosa para a saúde bucal. Isso porque "palitar" os dentes pode remover a camada protetora da arcada dentária e ainda machucar a gengiva.

Esses dois efeitos, respectivamente, podem provocar sensibilidade dentária e retração gengival - quando parte da raiz do dente fica exposta, aumentando as chances de contrair doenças bucais.

Além de todos esses problemas, essa prática não promove uma higiene bucal adequada, causando acúmulo de bactérias e aumentando as chances de cáries e mau hálito. Por isso, para higienizar a boca e remover corretamente resquícios de alimentos entre os dentes, utilize sempre o fio dental.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2. Não usar fio dental (ou usar de maneira incorreta)

E por falar em fio dental, ele - ou melhor, a falta dele - também pode ser a causa de problemas bucais e mau hálito. Afinal, o fio dental não serve apenas para retirar restos de comida que ficam entre os dentes: ele é responsável por remover a placa bacteriana presente na superfície do dente e na gengiva.

O recomendado é usar o fio dental sempre que escovar os dentes, ou pelo menos uma vez ao dia, e preferencialmente antes de dormir. O ideal é passá-lo tanto ao redor do dente quanto em movimentos de cima para baixo. Caso o fio não seja utilizado da maneira indicada, as placas bacterianas podem se acumular - e o resultado já sabemos: cáries, gengivite e mau hálito.

3. Utilizar escovas com cerdas duras

Na hora de comprar a escova de dentes, você acaba escolhendo aquela com as cerdas mais duras por achar que fará uma limpeza mais efetiva? Pois saiba que não é assim que funciona. Esse tipo de escova pode, inclusive, machucar a gengiva e prejudicar o esmalte do dente. A escova certa é aquela com cerdas macias e homogêneas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

E vale lembrar que a escovação é importante, mas não é suficiente para promover a higiene bucal adequada. É necessário utilizar também o fio dental, como dito anteriormente, e o creme dental.

Se também tiver dúvidas sobre qual creme dental comprar, que tal apostar na linha Colgate Zero? Ela oferece o primeiro gel transparente do mercado brasileiro, com fórmula 0% aromas, adoçantes, corantes e conservantes artificiais. E não acaba aí! A linha ainda é vegana, sem glúten e conta com opções para a família inteira, com versões para crianças a partir de 3 meses.

Colgate Zero é mais natural desde a fórmula até a embalagem, pois possui tubo reciclável, reforçando o compromisso de sustentabilidade da Colgate em ter 100% do seu portfólio feito de materiais recicláveis, reutilizáveis ou compostáveis até 2025.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

4. Esquecer de limpar a língua

Assim como os dentes e a gengiva, a língua também merece atenção durante a higiene bucal, pois é uma superfície áspera e aderente onde as bactérias podem se fixar. Quanto mais fissuras a língua tiver, mais resíduos e bactérias ela pode acumular.

Um efeito desse acúmulo é uma camada mais esbranquiçada de células descamadas sobre a língua, que pode causar mau hálito e deve ser removida. Na verdade, o ideal é evitar que essa camada se forme e a melhor forma de fazer isso é limpando a língua todos os dias. Além de remover essas bactérias, essa prática ajuda a manter o fluxo salivar normal.

5. Abrir embalagens com a boca

Pode parecer prático, mas abrir embalagens com os dentes é bastante prejudicial à saúde bucal. A força usada para rasgar sacolas ou até mesmo abrir a tampa de garrafinhas pode estressar a estrutura dentária e, consequentemente, provocar desconforto, fraturas ou trincas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

E dentes quebrados são um dos principais causadores de mau hálito, e ainda aumentam as chances de cárie. Para evitar isso, use os dentes apenas para cortar alimentos, e deixe as embalagens para as mãos ou tesouras.