PUBLICIDADE

Atividades físicas ajudam no tratamento de TDAH

Estudos mostram que exercícios liberam dopamina e seratonina, com efeito semelhante aos medicamentos estimulantes

A revista Pediatrics publicou recentemente um estudo da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, mostrando que atividade física é um ótimo remédio para quem possui Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH). Eles asseguram que os exercícios regulares melhoraram o desempenho cognitivo e a função cerebral.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Foi observado que as atividades físicas ajudaram os pacientes a manterem o foco, a desenvolverem a memória de trabalho e a flexibilidade cognitiva (habilidade em alternar tarefas). O estudo, que durou 9 meses, trouxe ainda uma discrepância entre o desenvolvimento dos alunos com TDAH que praticavam esportes e aqueles que não.

Um outro estudo, realizado pela Universidade Estadual de Michigan, também nos Estados Unidos, descobriu-se ainda que, durante um programa de exercícios de 12 semanas, houveram resultados positivos em todas as crianças em relação a matemática e leitura, especialmente entre aquelas que possuíam TDAH.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Um trabalho semelhante, realizado pela Universidade de Purdue, nos Estados Unidos, e publicado no Journal of Attention Disorders, constatou que apenas 26 minutos de atividades físicas diárias durante 8 semanas pode diminuir significativamente os sintomas do TDAH em crianças da escola primária.

Tantas evidências levaram os pesquisadores a concluírem que as atividades físicas podem ser boas aliadas no tratamento de TDAH, além de melhorarem o humor e o desempenho cognitivo, liberando dopamina e seratonina, com efeito semelhante a medicamentos estimulantes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)