PUBLICIDADE

Mais de 900 mortes foram causadas por tétano em 9 anos, aponta Ministério da Saúde

Tétano infectou 2.939 brasileiros entre 2007 e 2016, grupo mais afetado é de homens acima dos 35 anos

O tétano é uma grave doença bacteriana que afeta o sistema neurológico e que, entre outras complicações, pode levar inclusive à morte. De acordo o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, 973 brasileiros morreram devido a doença entre 2007 e 2016. Os dados mostraram que entre os casos, 2939 das infecções analisadas, foram de pessoas que não tomaram a vacina ou deixaram que tomar a dose de reforço.

A melhor maneira de se prevenir o tétano é por meio da vacinação. Atualmente, a vacina contra o tétano é dada em três doses nas infância e alguns médicos recomendam que seja dado um reforço a cada 10 anos. Mesmo que a pessoa não tenha tomado a vacina na infância, é possível receber a imunização na fase adulta.

Segundo as informações, entre os casos de tétano confirmados no Brasil, muitas pessoas não tinham ideia se já haviam tomado a vacina ou não. Dentre os que sabiam, 31,4% nunca tinha se vacinado e 13,5% tomou apenas uma dose.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O tétano acomete todas as faixas etárias, porém a faixa de 35 a 64 anos concentra o maior número de casos, com 1.666 (57%). O aumentos nos casos de pessoas acima de 50 anos pode estar relacionado ao envelhecimento, que torna os indivíduos mais suscetíveis a acidentes e tem uma imunidade protetora mais baixa.

O sexo masculino foi o grupo mais atingido pela doença (84,5%), o que pode estar relacionado à falta de estratégias mais direcionadas a esses indivíduos. Além disso, a maioria das pessoas que contraem o tétano se machucam em casa (31,5%) ou em vias públicas (17,7%). De acordo com os dados, 73,1% dos casos ocorreram em áreas urbanas.

No Brasil, no período de 2007 a 2016, foram registradas 2.024 internações por tétano acidental - em média, 202 internações por ano. A duração média de permanência no hospital foi de 17 dias, variando de 14 a 20, e o valor médio gasto com internação, por ano de atendimento, foi de R$ 5.022,32.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Embora o tétano seja prevenível com a vacina, ele tem uma alta taxa de mortalidade, com 33,1% de mortes entre os casos. De cada 100 pessoas que adoecem, cerca de 35 a 40 morrem.

Sintomas de Tétano

O tempo entre a infecção e os primeiros sinais dos sintomas é geralmente de uma a três semanas. O período de incubação da bactéria é de, em média, sete a oito dias. Os principais sintomas do tétano são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Veja aqui quando buscar ajuda médica e qual o tratamento para o tétano!