OMS declara pandemia de coronavírus e Brasil soma 52 casos

Entenda o que isso significa e se muda algo no panorama da doença no país

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou, nesta quarta (11), a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Isso significa que ela já está espalhada por muitas regiões do mundo e sua transmissão está sustentada - ou seja, pacientes infectados que não estiveram em países com registros da patologia já estão transmitindo para outras pessoas que não viajaram.

Mas "a declaração de uma pandemia não é como a de uma emergência internacional - é uma caracterização de uma situação, não é uma mudança na situação", explicou Michael Ryan, diretor-executivo do programa de emergência da OMS.

Entretanto, de acordo com boletim oficial, o número de casos devem aumentar nas próximas semanas. Por isso, por enquanto, nada muda: as orientações ainda são para que os países tentem "detectar, proteger, tratar e reduzir a transmissão".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Até porque mais de 80 nações ainda não possuem registros de casos da Covid-19 e locais como China, Singapura e Coreia do Sul estão conseguindo conter a disseminação da doença. Até o momento, mais de 110 países estão atingidos, com mais de 4,2 mil mortes e mais de 118 mil infectados.

Coronavírus no Brasil

Ainda nesta quarta, o Ministério da Saúde anunciou que subiu para 52 o número de casos confirmados da doença no Brasil, com mais de 900 ocorrências suspeitas em investigação. A distribuição dos casos por estados ficou assim:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O caso especial no DF se trata de uma mulher de 53 anos, que está internada em isolamento na UTI, com síndrome respiratória aguda severa e pico febril. Seu quadro é complicado, porque a paciente ainda apresenta outras condições de saúde, como diabetes, hipertensão e histórico de leucemia. Segundo informações, ela está respirando com ajuda de aparelhos.

Ainda não há transmissão sustentada do vírus no país, ainda que se tenha declarado estado de emergência sanitária depois da confirmação do primeiro caso. E, apesar de se esperar um crescimento de casos que culminará num pico daqui a duas semanas e meia, o Ministério da Saúde afirmou que tudo segue da mesma forma.

Essa projeção foi revelada pelo Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e teve a intenção de reunir esforços do principais hospitais do país para enfrentarem essa epidemia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando procurar o hospital

Segundo boletim do Ministério, os mais de 42 mil postos de saúde do SUS espalhados pelo Brasil são capazes de atender 90% dos casos do novo coronavírus, que, em sua maioria são leves. A população deve buscar atendimento quando apresentar os sintomas iniciais do vírus, como:

Além disso, a promessa é de que, em breve, haverá verba adicional para que os horários de funcionamento dos postos e hospitais sejam estendidos, a fim de conseguir ampliar a cobertura do atendimento, principalmente nas regiões que já possuem casos confirmados.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como se proteger do coronavírus

Coronavírus: veja as medidas de prevenção adotadas no Brasil

15 maneiras de se proteger contra o coronavírus

Novo coronavírus: 12 mitos sobre a doença que podem confundir

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)