Coronavírus: ação online estimula pessoas a ficarem em casa

Mobilização na web reforça orientação do Ministério da Saúde de evitar contato social para interromper a disseminação da doença

A pandemia do novo coronavírus já soma mais de 6.600 mortes no mundo. No Brasil, são quase 300 casos confirmados e uma morte, com previsão de pico de ocorrências nas próximas semanas. Sem contar que a transmissão comunitária que já está acontecendo em São Paulo e no Rio de Janeiro, quando não é identificada a origem da contaminação.

Por isso, o Ministério da Saúde divulgou diversas orientações no sentido de evitar a disseminação da Covid-19 pelo país. Ainda não há uma regra única para todas as regiões - as autoridades de cada local devem avaliar cada cenário e tomar as providências para prevenir riscos.

Mas, nesse contexto, o distanciamento social é uma das recomendações que está recebendo mais mobilização. Famosos e influencers digitais estão estimulando as pessoas a não saírem de casa para ajudar na contenção na propagação da doença, principalmente para o grupo de risco - idosos, pessoas com diabetes, problemas cardiovasculares e respiratórios crônicos. Veja:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

View this post on Instagram

Ah Ivete, to em casa sem fazer nada... Invente! Já fiz máscara, ja estudei com meu filho, já fiz show de teatro, ja imitei todos os bichos ,já lavei as mãos, já usei álcool gel , já fiz pipoca..... SO NÃO VOU SAIR DE CASA! A ideia é essa. Pelo bem comum 🙏🏻 Máscara de prata de @roselissiqueira

A post shared by Veveta (@ivetesangalo) on

View this post on Instagram

A post shared by Luciano Huck (@lucianohuck) on

View this post on Instagram

Da família com Amor 💓 From our family with Love 💓 #se puder #ifyoucan #fiqueemcasa #stayhome

A post shared by Juliana Paes Actress Brazil (@julianapaes) on

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Importância do distanciamento social

Os vírus respiratórios, como o novo coronavírus, se espalham principalmente pelo contato entre pessoas. Portanto, quanto mais distanciamento social houver, melhor. Isso porque, segundo o órgão de saúde, sem as medidas de prevenção básicas, os números podem dobrar em 3 dias, o que pode levar a um colapso do sistema de saúde brasileiro.

Ainda que a Covid-19 tenha baixa letalidade (cerca de 3,4%) e grau de contágio moderado, o conselho é trabalhar de casa, fazer reuniões virtualmente e evitar frequentar lugares com aglomerados de pessoas, como transporte público, shoppings e cinema.

Adotar horários alternativos na circulação externa para evitar períodos de pico também é uma das medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde, mesmo que seja para fazer compras. Ainda se recomendou o cancelamento de grandes eventos esportivos, artísticos, comerciais, religiosos e viagens.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quanto à frequência nas academias e lugares para fazer exercícios, a orientação é escolher se exercitar ao ar livre em vez de locais fechados. Ir a farmácias também não é recomendado neste momento, por ser um local de fácil circulação de vírus.

Para as instituições de ensino, foi aconselhado o planejamento de antecipação de férias, procurando reduzir prejuízos no calendário escolar, inclusive com a possibilidade de utilizar o ensino à distância. Os governos de SP e RJ já determinaram a suspensão das aulas na rede pública e particular.

Inclusive, "poderá ser declarada quarentena quando o país atingir 80% da ocupação dos leitos de UTI, disponíveis para o atendimento à doença. A ocupação é definida pelo gestor local", esclareceu o Ministério.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como prevenir o coronavírus

Além disso, é essencial algumas ações como desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência, como celulares, brinquedos, maçanetas, corrimões, etc. "Até mesmo a forma de cumprimentar o outro deve mudar, evitando abraços, apertos de mãos e beijos no rosto", apontou nota oficial do Ministério da Saúde.

Mas também vale lembrar que, durante a temporada de gripes e resfriados, as pessoas que estiverem doentes devem permanecer em casa, explica o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson de Oliveira. "Algumas dessas medidas são hábitos para a vida toda, não só para agora", enfatizou.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cuidados com coronavírus

Coronavírus pode causar danos permanentes no pulmão: entenda

Idosos merecem atenção com novo coronavírus: veja cuidados

OMS recomenda não tomar ibuprofeno em quadro de Covid-19

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)