PUBLICIDADE

Após dor de garganta, mulher descobre lombriga na amígdala

Paciente apresentava sintomas similares a uma gripe antes de descobrir a infecção pelo parasita; entenda o caso

Uma jovem de 25 anos passou por uma situação inusitada ao procurar ajuda médica no Japão. Após apresentar sintomas similares a uma gripe, como garganta irritada e dolorida, a paciente foi diagnosticada com uma lombriga de aproximadamente 4 centímetros em sua amígdala.

O verme, que tinha uma coloração escura e ainda estava vivo, foi retirado com a ajuda de uma pinça pelos profissionais que atenderam o caso. Depois da remoção do parasita, os exames de sangue da jovem mostraram resultados normais e o incômodo na garganta foi reduzido consideravelmente.

Foto: The American Society of Tropical Medicine and Hygiene
Foto: The American Society of Tropical Medicine and Hygiene

De acordo com a análise do quadro da paciente, publicado no jornal científico The American Society of Tropical Medicine and Hygiene, a lombriga já estava no nível 4 do estágio larval, o que significa que o verme se desenvolveu de um ovo até a fase adulta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Normalmente, o contágio por lombriga acontece quando a pessoa entra em contato com os ovos do verme, muitas vezes ao ingerir água e alimentos contaminados ou ao colocar a mão contaminada na boca.

A mulher se dirigiu ao Hospital Internacional St. Luke's, localizado na cidade de Tóquio, cinco dias após ter consumido sashimi - prato típico da culinária japonesa, composto por peixes e frutos do mar crus. Esta é uma das principais hipóteses para o surgimento da lombriga na paciente.

Riscos da contaminação por lombriga

A ascaridíase (CID 10 - B77) é uma infecção causada pelo verme nematelminto Ascaris lumbricoides, mais conhecido como lombriga. Quando há grandes quantidades do verme no corpo da pessoa, eles podem "subir" pelo aparelho digestivo e começar a sair pela boca, nariz ou ânus.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A obstrução intestinal também caracteriza um caso mais grave e ocorre mais frequentemente em crianças. Os parasitas podem ainda migrar para outros órgãos do sistema digestório, pelas vias biliares, e causar inflamações nos ductos biliares e no fígado, como colecistite, pancreatite ou abscesso hepático. No entanto, estas apresentações são mais raras.

Além disso, a migração das larvas pode causar:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entenda mais sobre infecções alimentares

Virose: sintomas, como tratar e o que comer

Escherichia coli (E. coli): o que é, sintomas e tratamento

Giardíase: sintomas, tratamentos e causas

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)