COVID-19 pode deixar disfunção erétil como sequela

Pesquisas revelam que o vírus pode impactar o funcionamento do pênis mesmo após a doença; entenda

O impacto provocado pela contaminação do novo coronavírus segue sendo objeto de análise por pesquisadores de todo o mundo. Além de diferentes sintomas que atingem os pacientes infectados, a doença pode impactar o funcionamento do organismo mesmo após a cura.

Entre as possíveis sequelas relatadas por cientistas está a disfunção erétil. Definida como uma incapacidade permanente de obter ou de manter uma ereção rígida o suficiente para uma relação sexual satisfatória, a condição entrou para a lista de efeitos que o vírus pode causar no pênis.

Impactos da COVID-19 no pênis

Um estudo divulgado este ano 2021, realizado pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), indicou que a inflamação no epidídimo, canal localizado nos testículos, é uma possível consequência da infecção por COVID-19.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os pesquisadores acreditam que essa condição ocorre por um mecanismo utilizado pela SARS-CoV-2 para invadir as células dos testículos. Entre as consequências dessa inflamação estão alterações no sêmen e nos parâmetros seminais, o que pode causar dores intensas na região e inchaço do saco escrotal.

Vestígios do coronavírus no pênis mesmo após a cura da doença também foram encontrados por pesquisadores da Escola Miller de Medicina, ligada à Universidade de Miami, nos Estados Unidos. Segundo os cientistas, o patogênico pode provocar danos nas células do endotélio, membrana que reveste os vasos sanguíneos, contribuindo para quadros de disfunção erétil.

Entretanto, os dados mostram que o dano pode ser reversível, caso seja aplicado o tratamento adequado para cada caso. Dessa forma, é importante que pacientes curados da doença observem e relatem possíveis sequelas aos médicos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outras possíveis sequelas da COVID-19

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a quantidade de possíveis sequelas causadas pela doença aumentou consideravelmente. Com o passar do tempo e o alto investimento em estudos, novos dados sobre o patogênico começaram a surgir.

Entre as descobertas feitas por cientistas de diversos países, está que o coronavírus pode provocar efeitos em diferentes partes do corpo de pacientes curados. Apesar de grande parte das pesquisas ainda estarem em andamento, uma série de consequências já foram observadas por especialistas da área médica. Entre elas, estão:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entenda mais sobre outros impactos da COVID-19 no organismo.