PUBLICIDADE

Berne: o que é, sintomas, como tirar e FOTOS

O que é Berne?

Berne, como é popularmente chamada a classe de miíase primária ou dermatobiose, é uma infecção dermatológica parasitária provocada pela eclosão de ovos de mosca-varejeira, que resulta na presença de larvas sob a pele.

A doença tem a aparência de um furúnculo, com um orifício pelo qual surge uma secreção amarelada, onde as larvas das moscas respiram. Essas larvas se alimentam dos tecidos abaixo da pele e podem se instalar em qualquer área do corpo, sendo as principais regiões:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As moscas que provocam o berne preferem áreas úmidas e montanhosas e são usualmente associadas a territórios do México até a Argentina. No Brasil, são encontradas em todos os estados, com exceção das áreas secas do Nordeste.

Causas

O surgimento do berne em humanos ocorre através do depósito de ovos da mosca-varejeira na pele e em feridas, ocasionando a formação de larvas na área afetada. Embora possa ocorrer em pessoas, o berne é mais comum em animais, como gatos, cachorros, cavalos e vacas.

Mosca do berne

A mosca do berne é popularmente chamada de varejeira, pertencente à espécie Dermatobia hominis. Eventualmente, o berne podem também ser transmitido por outros insetos foréticos (transportados), nos quais a varejeira tenha depositado seus ovos - como a Musca domestica.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

lucasfaramiglio/Shutterstock
lucasfaramiglio/Shutterstock

Fatores de risco

Pessoas com condições precárias de higiene e saúde são as mais vulneráveis à ocorrência de berne, especialmente as seguintes:

Indivíduos com feridas na pele que não recebem o devido tratamento são os mais propensos a desenvolverem a doença, que é frequentemente encontrada em zonas rurais com condições sanitárias insuficientes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sintomas de Berne

Entre os sintomas provocados pelo berne, estão:

Quanto tempo a berne fica no corpo?

A larva de berne fica instalada na pele com os espiráculos respiratórios voltados para fora (nível da pele) e a “boca” voltada para dentro. A partir disso, começa a se alimentar ativamente, ficando madura entre 40 e 60 dias (período em que permanece no corpo). A berne, nesse estágio, pode medir até 2cm de comprimento e 0,5cm de diâmetro. Em seguida, abandona o hospedeiro sozinha.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamento de Berne

Em seres humanos, o tratamento mais indicado é a extração do berne assim que ela é percebida. Afinal, o orifício aberto possibilita a entrada de larvas de outras moscas e de várias bactérias, que podem complicar o quadro e causar outras infecções.

Como tirar berne

Os métodos de extração de berne necessitam que a larva esteja morta primeiro, uma vez que, viva, ela pode prender seus espinhos nos tecidos da pele. A principal forma de eliminar as larvas é por asfixia.

Esse tratamento costuma ser iniciado pelo fechamento da ferida, usualmente feito com vaselina. Dessa forma, impede-se que a larva respire. Depois disso, a criatura é extraída com a utilização de pinça.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É possível espremer manualmente a berne, porém a dermatologista Clarissa Prati alerta para a necessidade do cuidado com a prática, já que pode deixar vestígios da larva no indivíduo e provocar uma nova infecção.

É recomendado que se busque um profissional capacitado para efetuar a extração da maneira correta. Em alguns casos, também pode ser indicado a administração de medicamentos com ivermectina, um conhecido vermífugo, que extermina as larvas e facilita sua retirada da pele.

Como tirar berne com toucinho

Apesar de inusitado, um tratamento caseiro bastante popular utiliza bacon (ou toucinho) para tirar berne da pele. Diferente do que muita gente pode pensar, essa prática se resume em cobrir a ferida com um pedaço da carne para provocar a asfixia da larva.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No entanto, é preciso cuidado, já que esse procedimento é demorado e nem sempre funciona, podendo eventualmente levar à necessidade de intervenção cirúrgica com anestesia.

Diagnóstico de Berne

O diagnóstico de berne é feito a partir da análise clínica e dos sintomas físicos. Normalmente, é possível identificar as larvas quando saem para respirar. No entanto, as algumas doenças podem se assemelhar à condição na apresentação de certos sintomas, indicando a necessidade de avaliação clínica.

Entre os diagnósticos diferenciais da doença, costuma-se encontrar as seguintes possibilidades:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As especialidade médicas que podem diagnosticar berne são:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Prevenção

A melhor maneira de se proteger contra a berne é através de cuidados preventivos simples, como:

Mais sobre Berne

Fotos de berne

AVISO: as fotos a seguir são fortes e podem causar desconfortos:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Veja o procedimento de extração de berne (imagem forte):

Geoff Gallice from Gainesville, FL, USA
Geoff Gallice from Gainesville, FL, USA

As larvas de berne podem atingir até 2cm de comprimento.VEJA:

Berne pode atingir até 2cm de comprimento - User:wadudu (talk) 09:33, 28 January 2014 (UTC)
Berne pode atingir até 2cm de comprimento - User:wadudu (talk) 09:33, 28 January 2014 (UTC)

Geralmente, a berne têm uma aparência furuncular ou até de acne:

Berne tem aparência de furúnculo na pele - Dr. Wolfgang PFÄFFL
Berne tem aparência de furúnculo na pele - Dr. Wolfgang PFÄFFL

Referências

Clarissa Prati - Dermatologista, vice presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia Secção RS

Bárbara Carneiro - dermatologista atuante em São Paulo (SP) e Salvador (Bahia)

Ministério da Saúde

Fernando A. Q. Ribeiro, Celina S. B. Pereira, Adriana Alves, Manuel A. Marco -Tratamento da miíase humana cavitária com ivermectina oral.Rev. Bras. Otorrinolaringol. vol.67 no.6 São Paulo Nov. 2001

NEVES, David P. Parasitologia Humana. 12 ed. Atheneu, 2011.