PUBLICIDADE

Paralisia do sono: causas e como evitar

O fenômeno da paralisia do sono acontece no meio da noite, quando a pessoa acorda, mas não consegue mover o corpo

O que é

A paralisia do sono é uma condição que leva ao despertar do cérebro antes do corpo, fazendo com que o indivíduo acorde, mas não seja capaz de se mover ou falar. Esse estado, também chamado de "semi-consciência", costuma ser responsável por levar a pessoa a experimentar sensações de medo e choque.

As manifestações da paralisia ocorrem por meio de sonhos e alucinações, às vezes envolvendo imagens assustadoras, podendo fazer com que a pessoa desenvolva um trauma para dormir. Porém, na maior parte dos indivíduos, a paralisia do sono é um evento passageiro, relacionado com algum estresse ou mudança de hábito ao dormir - e não uma doença.

Apesar de existirem inúmeras crenças populares que tentam explicar a origem do fenômeno, é importante que a pessoa busque por orientação médica e entenda quais são as opções de tratamento disponíveis para evitar novos episódios dessa condição.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Causas da paralisia do sono

A paralisia do sono acontece quando a pessoa acorda durante o estágio REM (rapid eye movement = movimento rápido dos olhos). Esse estágio se caracteriza por atividade cerebral intensa e sonhos bastante vívidos. Apesar de poder afetar pessoas de todos os gêneros e idades, especialistas afirmam que a paralisia do sono costuma ocorrer com mais frequência em jovens.

Durante o sono REM nós também temos um relaxamento muscular importante. É normal que nosso sonho envolva movimentos, mas nosso corpo não responde a eles, o que evita acidentes com a própria pessoa ou companheiros.

A sensação de paralisia acontece porque o cérebro despertou antes do corpo. Neste momento, o cérebro pode ainda estar envolvido com sonhos, numa espécie de confusão mental. A pessoa tem uma sensação terrível de não se mexer, além de estar vivenciando as imagens do sonho recente.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Paralisia do sono pode levar à morte?

De acordo com Gustavo Franklin, médico neurologista da Paraná Clínicas, os riscos maiores associados à paralisia do sono possuem ligação com o estresse psicológico que ela pode gerar, trazendo medo ou fobias associadas ao hábito de dormir.

"Como na maioria das vezes a paralisia do sono está relacionada a causas benignas, como transtornos de humor (ansiedade, síndrome do pânico), não se espera repercussões físicas ou morte", esclarece o especialista.

Como evitar a paralisia do sono

Apesar de não existir uma fórmula precisa para evitar o fenômeno, Gustavo explica que alguns exames podem auxiliar na realização de uma "higiene do sono", como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diagnóstico

Caso haja a suspeita de paralisia do sono após a manifestação de alguns episódios desse quadro, é importante procurar auxílio médico para a avaliação de condições neurológicas que podem ser a causa do problema, como é o caso da narcolepsia.

Se for necessário, pode ser solicitado o exame de polissonografia, que avaliará todas as fases do sono e outros distúrbios, como a apneia do sono - que também pode causar despertares e sensação de sufocamento no meio da noite, confundindo-se com o quadro de paralisia do sono.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Tratamento para paralisia do sono

Se for identificada uma doença como a narcolepsia ou apneia do sono, o tratamento será direcionado para o problema. Na maioria dos casos não se encontra uma causa específica para a paralisia.

É importante manter a calma durante os episódios e focar em alternativas para evitar o problema. Alguns hábitos do sono mais saudáveis podem ajudar a amenizar o acontecimento desse fenômeno, como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Também é importante respeitar o número de horas de sono que o corpo necessita, além de ter atenção a problemas emocionais, como ansiedade.