PUBLICIDADE

Vertigem: o que é, causas, tratamentos e o que fazer

A vertigem pode ter origem central ou periférica e é diferente da tontura

O que é vertigem?

A vertigem (CID 10 - H81) é caracterizada por uma sensação errada ou distorcida do movimento do próprio paciente ou do ambiente ao seu redor. A palavra vertigem engloba desde a falsa sensação de rotação, denominada vertigem rotatória, como também quaisquer outras sensações errôneas de movimentação, como balanço, inclinação, oscilação ou deslizamento.

Diferença entre tontura e vertigem

De acordo com o otorrinolaringologista Ricardo Dorigueto, a principal característica da vertigem é a sensação distorcida do movimento. O termo tontura, por outro lado, é reservado para quando o paciente descreve uma perturbação da orientação espacial em que não há ilusão de movimento.

Tipos de vertigem

A vertigem e a tontura são as principais manifestações clínicas de doenças do labirinto ou dos seus nervos, de evolução benigna e compensação natural (vertigem periférica). No entanto, podem ocorrer como primeiro sintoma de processos de maior gravidade, como os acidentes vasculares ou tumores do sistema nervoso central (vertigem central).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Vertigem central

A vertigem central, ou Síndrome Vestibular Central, é ocasionada por alterações no sistema nervoso central, como aneurisma, tumor cerebral e enxaqueca, de acordo com o otorrinolaringologista Márcio Freitas.

Entre as formas de reconhecer a vertigem central, está a atenção para os principais sinais de alerta de doenças neurológicas, que são: a presença associada de dor de cabeça, falta de coordenação dos movimentos do corpo, incoordenação da fala e visão dupla.

Vertigem periférica

A presença de náusea e vômito é mais comumente encontrada na vertigem de origem periférica, ou seja, de origem labiríntica. Esse tipo de vertigem costuma ser menos danosa e não indica necessariamente o início de um quadro de saúde mais agravado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outras classificações

Vertigem oscilatória

Geralmente, denomina sensação de balanço ou inclinação. "Na vertigem oscilatória, a pessoa tem a sensação de desequilíbrio, com movimentos em várias direções, como se estivesse em um barco", explica Márcio Freitas.

Vertigem rotatória

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Na vertigem rotatória, a pessoa sente que ela ou o mundo estão rodando. É aquela em que há sensação de rotação do corpo em relação ao ambiente ou do corpo parado e ambiente rodando.

Causas da vertigem

Segundo a especialista Maura Neves, da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia, as vertigens podem ser desencadeadas por uma série de fatores, entre eles:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outros fatores que podem agravar o quadro de vertigem, como afirma o otorrinolaringologista Ricardo Dorigueto, são:

Tratamento para vertigem

Márcio Freitas, otorrinolaringologista da Academia Brasileira de Otorrino, explica que, para tratar a vertigem, o mais importante é fazer um diagnóstico correto da patologia - uma vez que existe uma diversidade grande de doenças que causam tontura ou vertigem e é preciso diferenciá-las.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com o especialista, são necessários exames para o correto diagnóstico, incluindo possivelmente a utilização de medicamentos para diminuir as tonturas e tratar a causa específica. Pode também ser necessária a reabilitação labiríntica, que acontece com exercícios específicos para melhorar o equilíbrio.

O otorrinolaringologista Ricardo Schaffeln Dorigueto ressalta ainda os possíveis procedimentos adotados em alguns casos. Na vertigem posicional paroxística benigna, por exemplo, o médico utiliza manobras de reposicionamento de estatocônios, enquanto que na doença de Ménière se opta geralmente por diuréticos e betaistina.

Ricardo explica também que, se a causa for enxaqueca vestibular, podem ser usados antidepressivos, betabloqueadores e anticonvulsivantes. O paciente deve ser encorajado a praticar atividade física e reduzir o consumo de açúcar, cafeína e outros estimulantes do sistema nervoso central.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Entre os médicos que podem diagnosticar a vertigem e indicar algum tratamento, estão:

Referências

Maura Neves Otorrinolaringologista Associação Brasileira de Otorrinolaringologia

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Ricardo Schaffeln Dorigueto, otorrinolaringologista do Hospital Paulista, dedicado à otoneurologia

Márcio Freitas, otorrinolaringologia, membro da Academia Brasileira de Otorrino e Cirurgia Cervico-Facial e da Academia Brasileira de Cirurgia Plástica da Fac