Carne de porco magra pode entrar na dieta

Conforme o corte e o preparo, ela fica menos gordurosa que o frango e a carne vermelha

POR MINHA VIDA - PUBLICADO EM 02/09/2009

Se você gosta de carne suína, não precisa abrir mão dela para montar o cardápio da dieta. Os cortes têm fama de gordos, mas as propriedades nutricionais de alguns deles mostram o contrário. Isso porque a carne de porco consumida hoje é mais saudável do que a consumida há 20 anos, devido a melhora na criação desses animais, como alimentação mais equilibrada, e seleção. "Nesses últimos anos, a carne de porco diminuiu 31% do seu nível de gordura, 14% das calorias e 10% de seu colesterol", diz a nutricionista Patrícia Bertolucci, da PB Consultoria Nutricional, de São Paulo.

A carne de porco é uma fonte de proteína, tornando-se personagem indispensável num cardápio bem montado. Isso porque o nutriente não tem associação direta com o fornecimento de energia ao corpo, como carboidratos e gorduras. Diferente desses grupos, que são estocados no tecido adiposo sob a forma de massa gorda, as proteínas são quebradas em aminoácidos e, depois, trabalham na produção de anticorpos e na formação dos músculos. Portanto, eliminá-las do cardápio significa abrir a porta para agentes infecciosos e, em letras claras, enfraquecer.  

Garfada equilibrada

Vai bem em qualquer prato
Carne de porco

Um prato balanceado leva uma porção de carne suína acompanhada de salada crua, um tipo de carboidrato (arroz, batata ou mandioquinha, por exemplo) ou a dupla arroz e feijão com legumes cozidos. Outra boa opção de acompanhamento são os chamados alimentos adstringentes, como o mamão, a maçã e o abacaxi, que possuem enzimas auxiliares da digestão de proteínas.

Em geral, os cortes de carne de porco ainda são um pouco mais calóricos e gordurosos que os cortes mais magros de frango e carne bovina. Mais são mais magros em comparação aos cortes de frango com pele e carne bovina com gordura. (Veja o box abaixo). Um fatia de 100 gramas de bisteca de porco (crua) tem 8 gramas de gordura enquanto a mesma quantidade de coxa de frango com pele (crua) leva 9,8 gramas de gordura. Mas para não afetar a dieta, a carne nunca deve ser frita, mas sim, sempre cozida, assada ou grelhada e ter a gordura aparente retirada.  

Mais motivos para consumi-la

A carne de porco é uma das principais fontes de vitamina B1 (tiamina), que participa do metabolismo energético, melhora o apetite e o funcionamento do sistema nervoso. "Os nervos e músculos dependem desse nutriente para funcionarem perfeitamente", explica a nutricionista. A carne de porco também possui niacina, assim como os outros tipos de carne, que melhoram a saúde da pele e o funcionamento do sistema digestivo.

Compare a carne de porco com outras carnes

Valores calóricos em 100 gramas:

Cuidado com elas

AlimentoKcalGordura
Lombo do porco (cru)176 kcal 8,8 g
Bisteca de porco (crua) 164 Kcal8,0 g
Costela de porco (crua) 256 Kcal19,8 g
Pernil de porco (cru) 186 kcal 11,1 g
Filé mignon sem gordura (cru) 143 Kcal5,5 g
Lagarto (cru)135 Kcal5,2 g
Picanha com gordura (crua) 213 Kcal14,7 g
Peito de frango sem pele (cru) 119 Kcal3 g
Coxa de frango com pele (crua)161 Kcal9,8 g

Os cortes de carne suína mais calóricos e gordurosos são a costela, rabo, joelho e orelha. Também devem ser evitados os derivados da carne de porco que são misturas de gordura com a carne de porco. O toucinho, por exemplo, contém 593 kcal e 60,3 gramas de lipídios em cada 100 gramas. Já a linguiça carrega 227 kcal e 17,6 gramas de lipídios na mesma quantidade. Eles também são pouco indicados por conterem conservantes, nitritos e nitratos, que podem ser  cancerígenos.

Outro ponto importante em seu modo de preparo é que a carne suína nunca deve ser consumida mal passada pelo risco de contaminação com cisticercose, doença provocada pela ingestão da forma lavária da Taenia solium, micro-organismos encontrados na carne suína contaminada. 

Receitas

Lombo com tofu

Pernil para sanduíche

Seu peso dos sonhos é ideal para você?

Responda a avaliação e descubra se seu peso atual e sua
meta de emagrecimento são saudáveis.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não