Aprendendo a ser só

A felicidade pode ser alcançada na solidão

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 01/10/2009

Tenho observado o comportamento de algumas pessoas e vejo muita gente em busca de um relacionamento. Mas, ao mesmo tempo em que essas pessoas pedem por um relacionamento, elas estão vivendo na solidão. E uma coisa é clara e sei que você vai concordar comigo: nunca devemos pedir um relacionamento a partir da solidão, certo?

Quando as pessoas fazem isso, elas estão se movimentando na direção errada, e o resultado final será contrário ao que elas imaginam.

Transferir para o outro a responsabilidade da sua felicidade é incorreto, pois o outro será utilizado como um meio e a atitude será recíproca. E quando o assunto é relacionamento, ninguém pode ser usado como meio para nada.

Cada um de nós é um fim em si mesmo. Você concorda comigo?

Cada vez mais parece que o estar sozinho assusta as pessoas. Talvez seja o medo da solidão, a pressão da sociedade. Talvez seja o tal modelo comum que tanta gente se anula e desiste de buscar a felicidade em função dele.

É por isso que eu digo: aprenda a ser feliz sozinho.

O dia que as pessoas conseguirem ser felizes sozinhas, elas estarão no caminho certo para serem felizes com alguém. Quando você é feliz, você tem algo a compartilhar, a dar. E quando você dá, você recebe; e não o contrário. É ai que nasce o desejo de amar alguém.

O que a maioria das pessoas tem é a necessidade de ser amado por alguém. E essa necessidade é errada, é falsa. Ela não alimenta. Essa necessidade parte do princípio de sermos aceitos, respeitados e desejados.

Super valorizamos nossas qualidades e ignoramos nossas fraquezas. Temos dificuldade em lidar com opiniões contrarias aquelas que temos sobre nós mesmos. Vivemos numa luta onde o ego e a vaidade constantemente sobrepõem nossa essência. E isso gera a solidão.

E quando as pessoas tiram a máscara, o lado frágil prolifera-se atrás de todas as imperfeições que elas tentam sufocar.

É por isso que insisto, quando as pessoas aprenderem a ser só, elas não precisarão mais usar máscaras.  

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não