Medo de altura: veja como identificar essa fobia e os tratamentos

Este pânico pode impedir a pessoa de fazer atividades corriqueira, como olhar pela janela de um prédio

ARTIGO DE ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 29/06/2017

Adriana de Araújo
Psicologia - CRP 56802/SP
especialista minha vida

Algumas pessoas sentem medo de altura, também conhecido como acrofobia. Quando se percebem distantes do chão e perdem a referência de segurança interna e externa. Andar de avião, olhar pela janela de um prédio, atravessar uma ponte, estar em local alto, etc., são alguns gatilhos comuns de quem sente esse medo. O mal-estar toma conta e o pensamento da pessoa que sente esse tipo de fobia se perde na ansiedade.

PUBLICIDADE

Como entendemos que o medo é sempre um sinal de alerta e cuidado, é bom que haja uma proteção interna e receio sobre determinadas situações de perigo. Isso nos protege, nos acolhe e nos mantém vivos. Estar, por exemplo, na beira de um precipício, sem proteção pode mesmo ser uma ideia perigosa. Porém, não é do medo de altura como sinal de sobrevivência que estamos aqui falando. A ideia é ajudar a entender o medo que ultrapassa e vai além de nos fazer bem.

Por que o medo de altura acontece?

O medo é uma sensação que desperta um sentimento de alerta e muita ansiedade, que nos exige uma toda de ação imediata de superproteção tendo efeito físico e emocional.

Quando alguém sente medo uma série de reações físicas e psicológicas acontecem quando há contato com o objeto ou situação fóbico (a). Às vezes, não é preciso o contato real, somente de lembrar, ver uma foto ou se imaginar naquela situação o medo vem, se instala e o pavor toma conta da cena.

Como o organismo entende que está sob ameaça real (mesmo que não seja isso de verdade) acaba por liberar todo seu sistema de ataque ou fuga para se defender e/ou sobreviver a situação. Quando alguém sente medo, sente como sendo real, não há dúvida ou tempo para verificação e confronto entre real e imaginário, a pessoa toma como realidade absoluta e aceita que o perigo é verdadeiro (mesmo que não seja).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Quem sente medo de altura, costuma evitar situações, tais como:

  • Andar de elevador
  • Voar de avião
  • Atravessar pontes
  • Olhar pela janela de um prédio.

E evitar todo e qualquer lugar que haja essa distância entre o chão e o local onde a pessoa estiver (alguns chegam a evitar até mesmo subir numa escada). Deixar de realizar atividades, tais como, viagens, caminhos e situações especificas por medo é muito ruim. Sentir os sintomas do pavor não é de forma alguma uma sensação boa, mas pior que isso, é se sentir incapaz de dar conta das atividades normais da vida. Quem tem uma reunião de trabalho, por exemplo, e não comparece, pois precisava ter pego o avião, se sente:

  • Triste
  • Vulnerável
  • Sem força
  • Inseguro
  • Questiona até mesmo a sua autoestima.

O melhor sentimento que podemos vivenciar é da liberdade de escolha e ação. Quem tem medo, de altura ou qualquer outra coisa, não se sente livre, muito pelo contrário. O medo é uma espécie de prisão mental que "sequestra" o bem-estar, "confisca" a paz e serenidade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DESSA PUBLICIDADE ;)

Como vencer o medo de altura

Para vencer o medo é preciso trabalhar a ansiedade, a fantasia, as crenças negativas da situação e de si mesmo. É preciso desenvolver a força interna para novos aprendizado e redirecionamento das emoções. O ideal não é enfrentar o medo com a "cara e a coragem", mas ser capaz de superar o medo com estratégicas, atalhos e sabedoria. Técnicas como PNL, Novo Código da PNL, EMDR, Hipnose Erickoniana são excelentes para o bem-estar, cura e leveza.

Você pode curar seus medos. Desejo boas realizações para que você viva seu bem-estar nas alturas. Sucesso naquilo que busca e até breve!