Como a dieta da mãe pode afetar as cólicas do bebê lactente

Alguns alimentos consumidos pela mulher podem causar cólicas nas crianças

POR NATHALIE AYRES - PUBLICADO EM 13/06/2013

As cólicas são o problema mais preocupante dos bebês. Causam choros, desconfortos e normalmente levam as mamães também ao desespero. As cólicas são um sintoma que pode estar por trás de formação de gases, indigestão, refluxo e até prisão de ventre no bebê. E o que muitas mulheres notam, e os profissionais de saúde também, é que muito do que a mulher ingere também pode influenciar no bem-estar de seu filho, quando ele está na fase da amamentação. "Não há uma comprovação científica, existem vários estudos falando de alguns alimentos, mas nada realmente provado. Ao que parece, é uma questão muito individual", explica a nutricionista funcional Isabel Jereissati, especialista em nutrição materno-infantil.

Claro que existem outros fatores que causam esses mal-estares. A regra, como indica a especialista, é observar o que causa desconforto na mãe, isso provavelmente trará mal estar ao bebê também. Outra medida é ficar de olho nas reações da criança: "fazer uma observação atenta desses efeitos desconfortáveis nos bebês logo após a ingestão do alimento, ou notar se há melhora dos sintomas após a restrição da ingestão de um desses itens pela mãe", ensina Yukimi Takanaca de Decco, pediatra e neonatologista. Para saber por onde começar, listamos alguns dos ingredientes mais relacionados a esses problemas. 

Leite

Não o da mãe, claro! A proteína do leite de vaca é muito diferente do nutriente do leite materno e no organismo do bebê pode causar uma série de dificuldades, como aumento dos movimentos do intestino (o chamado peristaltismo) e da formação de gases, que se traduzem em cólicas. "Mesmo o bebê não ingerindo diretamente a proteína do leite de vaca através de fórmulas infantis, ele recebe de forma indireta através do leite materno", conta a pediatra Yukimi de Decco. Isso muitas vezes ocorre também se o intestino da mãe não está muito bem. 

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não