Tireoide engorda? Veja como esta glândula influencia no peso

Apesar da crença popular, as doenças que envolvem a tireoide nem sempre são tão determinantes na balança

É muito comum ouvir por aí que a tireoide é a grande responsável pelo ganho ou pela perda de peso - quando funciona mal ou bem, respectivamente. Mas, a explicação se a tireoide realmente altera nosso peso não é tão simples quanto um "sim" ou "não".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A tireoide produz os hormônios T4 e T3 que são reguladores do nosso metabolismo, ou seja, da velocidade que nosso corpo funciona. Pois bem, quanto mais T4 ou T3 ou ambos, mais rápido o metabolismo irá ficar (hipertireoidismo) e de forma oposta, quanto menos T4 e/ou T3, mais lento o metabolismo tenderá a ser (hipotireoidismo).

A velocidade que nosso metabolismo funciona é medida pelo cálculo da taxa metabólica basal. A taxa pode ser calculada através de fórmulas ou medida através dos aparelhos de calorimetria. Sabemos, por diversos estudos, que no hipertireoidismo a taxa metabólica basal tende a estar elevada, e no hipotireoidismo, mais lenta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pois bem, peso é resultado das calorias que ingerimos menos as calorias que gastamos, se o corpo está com o metabolismo acelerado, teremos maior gasto, se está com o metabolismo mais lento, menor gasto. Logo, se uma pessoa está com hipotireoidismo ela fica com menor gasto e consequentemente e obrigatoriamente ganha peso, certo? Não, não é simples assim.

Tireoide sozinha não engorda nem emagrece ninguém

O metabolismo também é regulado de forma mais complexa por outros fatores como:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Então, mesmo que a pessoa esteja com hipotireoidismo, tendendo a ter o metabolismo mais lento, se ela comer a quantidade correta e gastar exatamente esta quantidade, o problema na tireoide não a fará ganhar peso.

Uma das coisas que pode contribuir para o ganho de peso é que a hipotireoidismo está associado com sensação de cansaço e desânimo em algumas pessoas, o que faz com que realizar atividades físicas fique mais difícil. Com isso, menos gasto energético, mais chance de ganhar peso.

É estimado que a maior parte do ganho de peso do hipotireoidismo aconteça por acúmulo de sal e água, e que quando tratado, se perca cerca de 10% do peso corporal. No entanto, é preciso considerar que uma vez que o hipotireoidismo está sendo tratado e os níveis dos hormônios estão normalizados, o efeito da redução do metabolismo não existe mais. É como se tudo voltasse ao normal, e os sintomas, se persistem, muito provavelmente não se devem à problemas de tireoide.

O mais importante, nos casos de hipotireoidismo, é que se faça o acompanhamento correto com seu médico de confiança, para que a dose do medicamento fique ajustada.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

E o hipertireoidismo emagrece?

O hipertireoidismo ocorre quando temos excesso de T4 ou T3 ou ambos no organismo. Nesse caso, o metabolismo fica mais acelerado e os pacientes podem apresentar perda de peso se mantiverem ingerindo a mesma quantidade que antes de apresentar as alterações da tireoide. Se a pessoa, no entanto, aumenta a quantidade de calorias ingeridas, isso irá equalizar ao metabolismo mais acelerado e não haverá perda de peso.

Se uma pessoa perdeu peso quando estava com hipertireoidismo, durante o tratamento a tendência é que ela retorne ao seu peso normal. No entanto, sabemos que o hipertireoidismo está associado ao aumento do apetite e muitas vezes, como a pessoa estava acostumada a comer um pouco mais e mesmo assim perder peso, quando normalizamos os hormônios, e ela continua a ingerir calorias a mais, o excesso de peso vem.

O recado desse texto é: caso você suspeite de alterações na tireoide, procure seu médico e converse com ele. Exames simples de sangue podem diagnosticar hipotireoidismo ou hipertireoidismo e outras tantas alterações hormonais. Caso você esteja em tratamento, seja para hipotireoidismo ou hipertireoidismo, é importante manter o acompanhamento médico para que seus exames sejam vistos e controlados.