PUBLICIDADE

10 fobias apavorantes que você pode ter e nem sabia

É importante não ignorar o sintoma, pois ele pode ter forte impacto na vida de uma pessoa

O medo é algo que todos nós já sentimos ou ainda vamos sentir na vida. Sendo caracterizada como uma emoção saudável que visa a autopreservação do ser humano. Porém, quando em excesso o medo pode paralisar uma pessoa e se transformar em uma doença que afeta grande parte da população: a fobia.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Fobia é um medo patológico que pode ser fantasioso ou traumático. Ela aumenta gradativamente e tem um forte impacto na vida de uma pessoa, que passa a sentir medo com uma constância na vida dela", revelou Rita Calegari, psicóloga da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

De acordo com a psicóloga toda fobia pode ser tratada, mas é preciso uma avaliação médica para reconhecer o grau do problema. Desta forma então, será possível descobrir se o paciente necessitará de medicamentos ou terapias. Muitas pessoas não compreendem que estão sofrendo com uma fobia, por isso é essencial o papel da família para ajudar a procurar ajuda profissional

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para entender melhor sobre as diferentes fobias, o Minha Vida selecionou algumas que mais atingem as pessoas. Confira:

1. Glossofobia

Apresentar um seminário na escola ou realizar uma reunião com muitas pessoas sempre causou em você um medo absurdo? Isso pode ser uma fobia. A glossofobia é o medo de falar em público, podendo fazer com que alguém seja incapaz de falar nessas situações. Quem sofre com esse problema sente alguns sintomas bem comuns como boca seca, suor, tremedeira e palpitações. Essa fobia pode ser um verdadeiro obstáculo para pessoas que precisa lidar com o público, por exemplo, professores, empresários e jornalistas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2. Monofobia

Nem sempre ficar sozinho pode ser agradável, para muitas pessoas essa circunstância causa uma extrema angústia e pavor. A monofobia é um medo intenso de ficar sozinho e pode atingir não somente as pessoas, como também os animais. Indivíduos que sofrem com essa fobia são incapazes de fazer muitas tarefas simples, como ir ao banheiro sozinha. Assim, ela afeta não somente quem tem o problema, mas também as pessoas do seu convívio.

3. Demofobia

Se você não suporta ficar em shows, shoppings e lugares lotados, saiba que pode estar sofrendo de demofobia. Essa fobia é o medo obsessivo de multidões e pode estar relacionada a Agorafobia, o medo e desejo de evitar situações em que pode ser submetido a humilhação. Com o tempo, a pessoa que sofre com o problema acaba se isolando e evitando a todo custo passar por isso, deixando até de sair de casa.

4. Acrofobia

Subir 20 andares de elevador ou andar de avião são situações impossíveis pra você? O medo irracional de altura é uma das fobias mais comuns, podendo causar ataques de pânico e impactar negativamente a vida de uma pessoa. "Se uma pessoa que mora no campo e não precisa pegar elevador todos os dias ou alguém que não viaja tanto, ela não terá sua vida tão afetada pela fobia. Contudo, alguém que está muito exposto a situações onde a altura está envolvida, como aeromoças e pilotos, pode ocorrer um agravamento na fobia", revelou a psicóloga.

5. Aicmofobia

Ninguém gosta de tomar injeção ou tirar sangue, mas só de pensar em sentir a agulha entrando na pele, algumas pessoas já começam a sentir palpitações. Aicmofobia é o medo de seringas, agulhas e injeções, e existem pessoas que deixam de ir ao médico por conta desse pavor. "O problema dessa fobia é que ela pode afetar negativamente a saúde de alguém, sendo capaz de impedi-lo de buscar tratamento para uma doença. Quando isso acontece é preciso procurar ajuda médica", contou Rita.

6. Gamofobia

A Gamofobia é o medo do compromisso, e para quem não gosta de manter relacionamento essa pode ser uma ótima desculpa, mas não se engane pois ela pode prejudicar muito a vida de uma pessoa. Essa fobia pode ser causada por uma experiência negativa no passado, levando ao sofrimento e o medo de entrar em um novo compromisso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

7. Antropofobia

Essa é uma fobia muito preocupante para sociedade, especialmente por conta da tecnologia que vem distanciando as pessoas cada vez mais. A antropofobia é o medo de pessoas, sejam elas amigos ou parentes. Por esse motivo, quem sofre com essa fobia acaba desenvolvendo um comportamento antissocial e temem o contato com pessoas independentemente da situação.

8. Somnifobia

O sono é uma necessidade básica para sobrevivência e quem não gosta de dormir? Existem pessoas que sofrem com a somnifobia que é o extremo medo de dormir, que está relacionado ao medo do desconhecido. "A insônia é um exemplo muito comum dessa fobia, muitas pessoas desenvolvem esse medo porque sabem que irão sofrer para conseguir dormir", contou.

9. Entomofobia

Uma das fobias mais comuns é o medo de insetos, que está associada ao nojo e aversão a insetos. Em alguns casos, isso pode afetar intensamente vida de uma pessoa ao ponto de que ela não queira mais sair de casa pelo medo de encontrar insetos. Além disso, existem pessoas que desenvolvem manias de limpeza para tentar se esquivar desses animais. Para acabar com esse medo é necessário que a pessoa esteja disposta a enfrentar algumas dificuldades, como lidar de perto com um inseto.

10. Cacorrafiofobia

Todas as pessoas procuram o sucesso na vida e temem fracassar durante o processo. A cacorrafiofobia é o medo do fracasso, e quem sofre com esse problema tende a não confiar nas suas capacidades. Esse medo pode ser causado por uma criação de padrões excessivos ou uma humilhação sofrida no passado. "Quem sofre com esse problema está tão preocupado com o fracasso que acaba deixando o sucesso comprometido", relatou Rita.