8 mitos comuns sobre diabetes que precisam ser derrubados

Pacientes com diabetes podem doar sangue? E beber sucos naturais? Especialistas esclarecem estes e outros mitos sobre a doença

O diabetes é alvo da permanente criação de mitos ao seu redor: sempre tem alguém com uma "fórmula mágica" para ajudar no tratamento (via de regra, nada comprovado cientificamente) e muitas pessoas, mesmo leigas, acham que sabem tudo sobre a doença por causa de experiências pessoais ou de amigos e familiares.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Na opinião do endocrinologista Rodrigo Moreira, membro da Diretoria Nacional da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM), isso ocorre porque o diabetes é uma doença de alta prevalência entre a população. A endocrinologista Tatiana Hotimfky Millner concorda e complementa: "Por ser uma doença extremamente complexa, que envolve genética, estilo de vida, alimentação e prática de atividades físicas, o diabetes é assunto recorrente entre as pessoas. E tudo que levanta muito assunto acaba criando inverdades."

A endocrinologista Cláudia Liboni, do Hospital Santa Paula, credita à disseminação de informações sem fontes médicas confiáveis uma parcela da culpa: "Hoje em dia, mitos sobre doenças se espalham muito rapidamente e sem averiguação".

Levantamos os oito mitos mais comuns sobre o diabetes com os especialistas, que esclarecem por que não se tratam de verdades e como os pacientes com diabetes devem lidar com cada situação.

Paciente com diabetes não pode doar sangue

"A doação é permitida, desde que o diabetes esteja compensado", afirma Cláudia. "De toda forma, sempre é bom checar com o médico de rotina se está tudo ok e se ele libera o paciente". Tatiana lembra que, além disso, "o diabetes não é uma doença infecciosa ou contagiosa, portanto não há nenhuma restrição para a doação de sangue nesse sentido".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Nenhum doce é permitido ao paciente com diabetes

Todos os doces diet, com zero açúcar, são permitidos aos pacientes com diabetes: bolos, docinhos, pudins, gelatinas, tortas e outros. "Mas os doces diet têm muita gordura, para compensar no sabor a falta de açúcar. Então é preciso ter cuidado e não comer doces demais, para não engordar. O controle do sobrepeso e da obesidade estão diretamente ligados ao controle do diabetes", alerta Tatiana.

Rodrigo diz que para os pacientes com o diabetes muito bem controlado um docinho não diet não faz tanto mal assim. "Mas só um e só muito de vez em quando. O ideal é recorrer aos produtos diet em quantidade moderada quando quiser comer um doce".

É arriscado praticar esportes quando se tem diabetes

"Muito pelo contrário. A prática de esportes é um remédio para o controle do diabetes. É indispensável para os pacientes", defende Rodrigo. Tatiana explica por quê: "Ao quebrar o açúcar do organismo durante a prática de uma atividade física, o músculo está poupando o trabalho do pâncreas, que é altamente exigido quando há diabetes".

Cláudia faz apenas uma ressalva em relação a este assunto: "Pacientes com diabetes têm uma tendência maior de desenvolver problemas cardiovasculares. Nestes casos, é importante ter a liberação de um cardiologista para a prática de esportes e para a indicação de quais exercícios são mais seguros".

Para a mulher com diabetes, engravidar é um alto risco

Se o diabetes estiver compensado, a mulher terá uma gravidez como a de qualquer outra gestante. O risco só existe se o diabetes estiver descontrolado. Se isso acontecer, os potenciais problemas são abortamento, má formação fetal e parto prematuro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No caso de diabetes gestacional, ou seja, aquela que se desenvolve especificamente na gravidez, o obstetra que estiver acompanhando o pré-natal indicará o tratamento específico e a mulher precisará ter cuidados extras com a alimentação.

Sucos naturais são proibidos na dieta do paciente com diabetes

Nem todos. "Os sucos de limão, maracujá, morango e abacaxi são liberados, pois são frutas com baixo índice glicêmico. O problema são os sucos de frutas com alto índice glicêmico, como laranja, manga e melão", conta Cláudia.

Diabetes é uma doença exclusiva de pessoas obesas

"Embora 90% dos casos de diabetes sejam do tipo 2, que acomete em geral pessoas adultas e obesas, há os 10% de diabetes do tipo 1, que ocorre em crianças e adolescentes e tem origem genética, sem relação com a obesidade", diz Rodrigo.

Existe diabetes emocional

Cláudia conta que muitos pacientes acham que o diabetes que têm foi causado pelo estresse, mas esclarece que isso não existe. "Quando a pessoa tem uma predisposição à doença, o estresse pode ativar os hormônios que farão com que ela se desenvolva. Mas o estresse, por si só, não causa diabetes".

Quem come muito açúcar desenvolverá diabetes

O consumo de açúcar, segundo Rodrigo, não tem a ver com um possível desenvolvimento de diabetes. "Há quem coma muito açúcar e pratique muito exercício, ou seja, há uma compensação e o açúcar não chega a prejudicar a saúde. O problema é comer muito açúcar ou muita gordura, não se exercitar e chegar à obesidade. Aí sim existe o risco, mas é pela situação geral, não apenas por causa do açúcar", finaliza.